Esportes

Portal Cidade Gospel | Redação | Publicado em 22/03/2019

Bahia vence Atlético-BA por 3 a 0 e fica mais próximo da final

Empurrado por sua torcida, o Bahia deu, na noite desta quinta-feira (21), um importante passo rumo à final do Campeonato Baiano 2019. Com gols de Moisés, Ed (contra) e Ramires, o Tricolor venceu o Atlético de Alagoinhas por 3 a 0, pela partida de ida das semifinais da competição.

 

Para avançar à decisão, o Esquadrão pode até perder por 2 gols de diferença no duelo de volta, na próxima quarta-feira (27), no Carneirão. Caso o Bahia seja derrotado pelo mesmo saldo do triunfo na Fonte Nova, a vaga será decidida nos pênaltis.

 

Antes desse encontro, o Tricolor tem neste domingo (24) um importante compromisso pela Copa do Nordeste, quando enfrenta o Salgueiro (PE), na Fonte Nova, pela penúltima rodada da fase de classificação do torneio.

 

Os mais de 15 mil torcedores na Fonte Nova assistiram a um primeiro tempo em que apenas uma equipe jogou. Desde os minutos iniciais, o Bahia tomou conta da posse de bola e, pacientemente, foi criando chances de abrir o marcador.

 

Aos 3 minutos, Gilberto deu bom passe para Arthur Caike na área, mas o atacante chutou na zaga, da marca do pênalti. Aos 11 foi a vez de Ramires servir Douglas Augusto na meia-lua, mas o volante chutou rasteiro para fora.

 

Pressionando a saída de bola do Atlético, o Tricolor seguiu em cima do adversário e quase abriu o placar aos 18, quando Moisés cruzou da esquerda, Gilberto desviou na pequena área e a bola sobrou para Ramires, que mandou para fora, na marca do pênalti. O centroavante ainda voltaria a ter nova chance aos 21, de cabeça, com o goleiro defendendo em cima da linha.

 

O Esquadrão tanto fez que finalmente marcou, e em grande estilo, aos 36. Após rebote em falta cobrada por Arthur Caike, Moisés dominou da intermediária e acertou um chute incrível, de mais de 30 metro, no ângulo do goleiro do Atlético. Antes do fim da etapa inicial, Gilberto quase ampliou aos 46, mas errou o carrinho quase na pequena área, após cruzamento rasteiro de Élber.

 

O Bahia não diminuiu o ritmo nos segundo tempo e em 15 minutos de bola rolando teve três boas chances de ampliar: primeiro com Gilberto, depois com Ramires, e finalmente com Élber, que chutou cruzado da direita e viu a bola desviada pelo lateral Ed morrer no fundo do gol, aos 14: 2 a 0.

 

O Esquadrão perdeu um pouco de ritmo, mas sem ser pressionado em momento algum pelo Atlético. Sem forçar muito, o Bahia chegou ao terceiro gol aos 34, quando Flávio recebeu passe na direita, ganhou na velocidade e cruzou rasteiro na área para Ramires, que tocou para o gol vazio. Festa na Fonte e um grande passo para a classificação à final.

 

Folha do Estado-Crédito: Felipe Oliveira