Versículo do dia
Instrui o menino no caminho em que deve andar, e, até quando envelhecer, não se desviará dele.

Banco de Leite Humano do Hospital da Mulher precisa de mães doadoras para manter estoque

Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on whatsapp

A queda no número de doações devido à pandemia do novo coronavírus preocupa o Governo Municipal, que faz um apelo as mães que estão amamentando para contribuírem com esse gesto de solidariedade.

O estoque do Banco de Leite Humano (BLH) do Hospital da Mulher (Inácia Pinto dos Santos),está baixo. “Em média nascem 300 bebês prematuros por ano no Hospital da Mulher e que necessitam do leite materno para se recuperarem mais rápido. Com certeza é preocupante e precisamos do apoio e da doação de mães que amamentam. O estoque do BLH nunca esteve tão baixo como agora”, afirma a diretora-presidente da Fundação Hospitalar de Feira de Santana (FHFS), Gilberte Lucas.

O total do estoque de leite materno no BLH é de 160 litros, extraídos manualmente de 83 mães para atender e salvar vidas de pequenos bebês prematuros e/ou de baixo peso internados na UTI Neonatal do HIPS.

Para a bióloga e coordenadora do Banco de Leite do Hospital da Mulher, Camila da Cruz Martins, a quantidade de leite materno está aquém das necessidades do hospital. “Devido a pandemia do coronavirus a nossa luta para manter o estoque de leite materno é diária, há um déficit grande de doações. É preciso estimular essas mães doadoras a manterem o estoque de leite materno e salvar vidas”, disse.

A coordenadora orienta que, seguindo o protocolo da nova conduta para a coleta e doação do Ministério da Saúde, qualquer mulher que esteja saudável e tenha leite excedente ao que o filho precisa, pode doar. “Pode entrar em contato com um Banco de Leite Humano 3602-7156, dar o seu endereço e o carro da rota fará o deslocamento para a ordenha sem nenhum custo para as mães doadoras”, afirma Camila da Cruz.

OUTRAS NOTÍCIAS