Brasileiro transcreve a Bíblia à mão em 3 meses e bate recorde no País

Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on whatsapp

O título de transcrição da Bíblia mais rápida do Brasil agora pertence a Wandemberg Marques, um empresário de 53 anos de Atibaia, no interior de São Paulo. “Um feito que ressignificou a fé e o amor em Deus”, declarou.

Segundo registro feito pelo RankBrasil, Marques conquistou o feito em três meses e 22 dias, em um desafio que começou o desafio em 16 de maio de 2021 e terminou em 7 de setembro.

O manuscrito tem 1.288 páginas e Marques utilizou 52 canetas para fazer a cópia, com uma produção diária de aproximadamente 15 horas.

Ele recebeu o certificado do RankBrasil em um evento realizado em Lindóia (SP), depois que seu trabalho foi auditado pelo cartório da cidade, Oficial de Registro Civil das Pessoas Naturais e Tabelião de Notas de Lindóia.

Marques é natural de Londrina (PR) e trabalha como comerciante no interior paulista há mais de dez anos. Membro da Igreja Batista da Lagoinha em Atibaia, ele sentiu que deveria se fortalecer na Palavra de Deus ao passar por problemas familiares no início de 2020.

Foi neste período que Marques fez um compromisso com Deus de copiar a Bíblia todos os dias, sem uma meta diária. “O importante era copiar pelo menos um versículo por dia”, lembra. Desde então, passou a escrever pelo menos um ou dois versículos.

No início de 2021, ele decidiu bater o recorde de transcrição da Bíblia e se inscreveu no Rank Brasil, que faz o levantamento no País, mas não tem vínculo com o Guinness Book. Com isso, ele superou a última marca conquistada em 2015, que foi de 8 meses.

Sem poder ter tempo para descanso, Marques aprendeu a conviver com dores e inchaços, além de perder movimentos e a sensibilidade de parte dos dedos. Por isso, foi preciso fazer fisioterapia e tratamento com técnicas de acupuntura para alcançar o objetivo no prazo.

“Minhas dores são pequenas perto do que Jesus passou por nós e este foi o antídoto para continuar o desafio e levantar a cada manhã”, destacou.

Ele diz ainda que a ideia principal é propagar a palavra de Deus e despertar nas pessoas interesse e curiosidade pela Bíblia. “Eu o considero um manual de sobrevivência”, ressalta.

Fonte – Guiame , com informações do G1 e RankBrasil

 

OUTRAS NOTÍCIAS