Destaques

Portal Cidade Gospel | Redação | Publicado em 15/08/2018

Cabo Daciolo promete um “chega” contra maçonaria e Illuminatis, e diz temer por sua vida

O candidato à presidência Cabo Daciolo (Patriota) centrou seus esforços de campanha na promessa de expulsar a maçonaria e os Illuminatis do país, e disse temer por sua vida.

 

No debate da Band, Daciolo virou meme pela forma como mencionou organizações políticas como a Ursal e Foro de São Paulo de forma rasa, e agora, repetiu a postura com um vídeo gravado em um monte.

 

Na live, transmitida no Facebook na última segunda-feira, 13 de agosto, Daciolo disse que havia se isolado no monte para orar e pedir a Deus capacitação para assumir o posto de presidente da República.

 

No vídeo, o candidato voltou a criticar pautas como descriminalização do aborto, ideologia de gênero, e relativização da pedofilia. Se eleito, garantiu Daciolo, essas iniciativas de movimentos de esquerda não prosperarão.

 

“Estou no monte, onde estou orando, jejuando. Essa guerra está no plano espiritual”, afirmou Daciolo. “A estratégia que Deus nos deu é ficar no monte orando. Por que Daciolo? Porque vão tentar me matar. Eles querem me matar. Mas aqui não toca, só com a autorização divina”, acrescentou, referindo-se a um plano conspiratório contra sua vida de organizações secretas.

 

O deputado federal afirmou ainda que a “Nova Ordem Mundial, Illuminatti e Maçonaria” terão um “chega” se ele vencer as eleições: “Vocês vão sair da nação brasileira. A nação brasileira é do senhor Jesus Cristo”.

 

O isolamento de Daciolo no monte se encerra na próxima sexta-feira,17 de agosto, quando ele participará do debate na RedeTV!.

 

 

Gospel +