Versículo do dia
Pela fé, também a mesma Sara recebeu a virtude de conceber e deu à luz já fora da idade; porquanto teve por fiel aquele que lho tinha prometido.

CCZ já apreendeu mais de 660 equinos em vias públicas

Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on whatsapp

1752416374-justin-bieberO Centro Municipal de Controle de Zoonoses (CCZ) já recolheu 662 cavalos das vias públicas de Feira de Santana somente este ano, iniciativa que visa evitar acidentes de trânsito. A solicitação para apreensão dos animais é realizada através do telefone do órgão, de número (75) 3614-3613 (de segunda a sexta-feira), ou pela central 156 e também durante as rondas realizadas ininterruptamente.

 

A coordenadora do CCZ, Mirza Cordeiro, ressalta os riscos de acidentes provocados por animais soltos em vias públicas. E lembra que os proprietários dos animais podem respondem criminalmente, além de terem os cavalos recolhidos. “Os animais que não forem resgatados pelos seus proprietários num prazo de 3 a 5 dias serão encaminhados para uma fazenda e de lá seguem para leilão”, informou.

 

Enquanto este ano já foram recolhidos 662 cavalos, no ano passado o CCZ retirou 754 equinos das vias públicas. Os animais conduzidos em caminhão boiadeiro para a sede do órgão, passam por uma resenha, ou seja, avaliação geral por médicos veterinários, para receber tratamento, caso seja necessário. Depois para ser liberado, o proprietário paga uma taxa de R$ 100,00, valor que dobra em caso de reincidência.

 

Os animais recolhidos em vias públicas são localizados em várias regiões da cidade, mas a maior incidência, conforme a coordenadora Mirza Cordeiro, tem sido no bairro Mangabeira, nas avenidas Ayrton Senna e Contorno (trecho próximo ao conjunto Feira IX) e ainda na BR-116 Norte, trecho próximo a Universidade Estadual de Feira de Santana.

OUTRAS NOTÍCIAS