Versículo do dia
Ora, o Senhor encaminhe o vosso coração no amor de Deus e na paciência de Cristo.

Centro da cidade fica mais seguro com a retirada dos camelôs

Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on whatsapp

Com a retirada das barracas dos camelôs das ruas centrais do comércio de Feira de Santana para o Cidade das Compras, o Sistema de Vídeomonitoramento que é operado em cooperação entre a Seprev (Secretaria de Prevenção à Violência e Promoção dos Direitos Humanos) e a Polícia Militar, passa a ter, de fato, a função para a qual foi criado.

É que a multidão de barracas que se disseminavam por ruas como Conselheiro Franco e Sales Barbosa, não permitiam que as câmeras de videomonitoramento instaladas ao longo destas artérias flagrassem ações delituosas ocorridas na área, facilitando a vida dos meliantes que se sentiam encobertos pelo emaranhado de barracas.

De acordo com o secretário do Trabalho, Turismo e Desenvolvimento Econômico, Antônio Carlos Borges Júnior, “a integração entre a Guarda Municipal e a Polícia Militar, agora passa a ser mais eficaz, proporcionando mais segurança aos comerciantes e aos cidadãos que vão ao comércio fazer compras”.

Outro dado que vem sendo observado pelo Governo Municipal, é o grau de satisfação do feirense com a saída dos ambulantes do Centro da cidade. A qualidade da mobilidade urbana nestas artérias é um dos aspectos mais ressaltados por transeuntes e comerciantes, que se ressentiam, inclusive, da falta de visibilidade das suas vitrines e fachadas.

De olho nas vendas natalinas

Com a perspectiva de aumentar o faturamento dos seus negócios nos meses de novembro e dezembro, quando as vendas relacionadas ao período natalino aquecem vários setores da economia, os permissionários dos boxes do Cidade das Compras estão concluindo os serviços de infraestrutura interna dos pontos comerciais, de olho nas compras de final de ano.

Dos 1.565 camelôs cadastrados previamente pela Secretaria do Trabalho, Turismo e Desenvolvimento Econômico (SETTDEC), para serem transferidos do Centro da cidade para o novo shopping popular, 1.225 já se encontram de posse das chaves dos boxes.

Já os 248 feirantes que comercializavam frutas e legumes na Praça do Tropeiro, foram todos transferidos para um espaço verde nas dependências do Centro de Abastecimento, desobstruindo a praça, onde funciona um terminal de ônibus.

Foto: Jorge Magalhães

OUTRAS NOTÍCIAS