Destaques

Portal Cidade Gospel | Redação | Publicado em 30/07/2019

Centro de Controle Operacional será o “cérebro” da Mobilidade Urbana de Feira de Santana

Conceitualmente definido como sendo “o cérebro da Mobilidade Urbana” da cidade, o Centro de Controle Operacional do Transporte Público de Feira de Santana, extrapola, em suas múltiplas funções e utilidades, o monitoramento em tempo integral do Sistema do BRT (Bus Rapid Tansit), ou Transporte Rápido por ônibus.

 

As instalações que vão abrigar a ferramenta que vai viabilizar a modernização do transporte público em seus variados modais, representa um investimento superior a R$ 1 milhão, envolvendo as obras civis e estruturais do prédio adquirido pelo Governo Municipal, na Avenida Rio de Janeiro, e a aquisição do equipamento tecnológico de última geração.

 

Além de acompanhar em tempo real o deslocamento dos ônibus do BRT, o equipamento também permitirá aos dezesseis monitores que o operam, visualizarem, em tempo real, todas as situações que influenciem negativamente o setor, permitindo que interfiram, em tempo recorde, nas soluções exigidas em cada caso específico.

 

O próximo passo do processo será a ativação de uma ferramenta de controle por GPS interligando a Central de Controle Operacional às 100 linhas de ônibus em circulação nos vários ramais da cidade; localizando-os durante o trajeto, aferindo a velocidade, o tempo do trajeto, com acesso ao número do veículo, e o nome do condutor.

 

Para fazer frente aos ajustes tecnológicos que estarão a serviço do equipamento, a Secretaria Municipal de Transportes e Trânsito está adquirindo um sistema semafórico em tempo real, ou “Semáforo Inteligente”. Atualmente, o trânsito da cidade é controlado por um sistema de semáforo em tempo fixo.

 

O número de câmeras de vídeo-monitoramento instaladas em pontos estratégicos da cidade passará, dentro de aproximadamente seis meses, das atuais 186 para 300 unidades, integrando-as a Central de Controle.

 

Todo este aparato tecnológico contará com um moderno e sofisticado software, que será empregado na fiscalização do trânsito, notificando infrações, coibindo delitos relacionados a furtos nas estações de transbordos; no reconhecimento facial de indivíduos suspeitos ou procurados pela Justiça; situações de catástrofes, e manifestações que bloqueiam as vias públicas.

 

Interligado à Secretaria de Prevenção à Violência, através de acordos de cooperação, este complexo também poderá ser usado pelas polícias federal, civil e militar, e o Corpo de Bombeiros. No local será instalado um ‘gabinete de crise’, onde as demandas emergenciais serão debatidas e tomadas as soluções cabíveis.

 

“ O nosso objetivo é usar a tecnologia com a melhor das finalidades, a exemplo do controle do trânsito e da segurança. Mas, estamos conscientes que é apenas um passo para solucionarmos este problema pontual, mas nos levará em direção a uma Cidade Inteligente”.

 

A assertiva acima é do prefeito Colbert Martins Filho, durante a apresentação da Central de Controle para a imprensa, na manhã desta terça-feira,30, na qual tiveram parte os secretários Carlos Brito (Planejamento), Saulo Figueiredo (Transporte e Trânsito), Valdomiro Silva (Comunicação), e Maurício Carvalho (superintendente municipal de Trânsito).

 
Secom