Versículo do dia
Que, sendo em forma de Deus, não teve por usurpação ser igual a Deus. Mas aniquilou-se a si mesmo, tomando a forma de servo, fazendo-se semelhante aos homens; e, achado na forma de homem, humilhou-se a si mesmo, sendo obediente até à morte e morte de cruz.

Cineasta israelense destrói Templo de Salomão da Igreja Universal; Assista

Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on whatsapp

inferno-yael-bartana-templo-de-salomaoO Templo de Salomão da Igreja Universal acabou de ser inaugurado e já foi destruído. Pelo menos na ficção.

 

A artista e cineasta israelense Yael Bartana está produzindo um filme que simula a demolição da nova sede da Igreja Universal do Reino de Deus, como se fosse uma repetição profética do passado, quando os dois templos erguidos em Israel foram destruídos.

 

O primeiro templo foi construído pelo rei Salomão e foi destruído no ano 584 a.C. Já o segundo templo acabou demolido em 64 d. C, dando origem ao atual Muro das Lamentações.

 

De acordo com a revista Veja SP, a destruição imaginada pela cineasta israelense acontece durante os 22 minutos do filme Inferno, um curta-metragem filmado no barracão de uma escola de samba de São Paulo.

 

Bartana visitou as obras do Templo de Salomão idealizado por Edir Macedo em 2013, e a partir do que viu e documentou, reproduziu os espaços que precisaria para filmar e montou a ficção que mostra o megatemplo sendo destruído pelo fogo e desmoronando.

 

No filme, o lugar que ocupava o Templo de Salomão vira uma espécie de Muro das Lamentações brasileiro, e se torna destino de romarias de fiéis que vão ao local fazer suas orações.

 

A exibição do curta-metragem acontecerá a partir do dia 06 de setembro, na 31ª Bienal de São Paulo. Em 2014, a exposição tem como tema “a influência da arte sobre o mundo”, e mostrará, dentre outras, a cidade de São Paulo como personagem de muitos trabalhos que serão expostos.

 

OUTRAS NOTÍCIAS