Notícias

Portal Cidade Gospel | Redação | Publicado em 27/11/2019

CMDI deverá alcançar ainda este ano a marca histórica de um milhão e duzentos mil atendimentos

De janeiro a outubro deste ano, o Centro Municipal de Diagnóstico Por Imagem (CMDI) Dr. Eugênio Laurine realizou um total de 8.979 procedimentos. Deste total, a maior demanda foi referente a exames de ultrassonografia, que atingiu em outubro a marca de 5 mil atendimentos. No mesmo mês, durante a campanha Outubro Rosa, foram realizados também 1.210 exames de mamografia. A expectativa é que ainda este ano o órgão alcance a marca de um milhão de duzentos mil atendimentos desde a sua fundação, há 16 anos.

 

Os dados foram revelados pelo diretor administrativo do CMDI, Raimundo Melo, em reunião com a diretora presidente da Fundação Hospitalar de Feira de Santana, Gilberte Lucas, na manhã desta terça-feira, 26. O CMDI é gerido pela FHFS, autarquia da Prefeitura de Feira de Santana.

 

O órgão tem recebido importantes investimentos do Governo do prefeito Colbert Martins Filho. Além de equipamentos novos, também está sendo construída uma sede própria, que vai contar com quatro salas de ultrassom, uma sala de raios x, uma de mamografia, uma de densitometria, dois consultórios médicos, uma sala de endoscopia, uma sala de recuperação pós-anestésico, uma sala de Eco cardiograma, uma sala de eletrocardiograma, espaço para guardar objetos, almoxarifado, dois sanitários no térreo, laboratório de processamento de filmes.
O encontro realizado na manhã desta terça-feira teve como objetivo planejar ações e ampliar o atendimento a partir da qualificação dos serviços ofertados pelos equipamentos novos, adquiridos através de recursos próprios do Governo Municipal.

 

Raimundo Melo informa que mesmo após o período de campanhas como Outubro Rosa e Novembro Azul, são disponibilizados exames marcados através da Central de Regulação durante todo ano. ”O CMDI dispõe de uma equipe de 12 médicos qualificados que garantem celeridade nos laudos, e em até 10 dias, entregamos os resultados dos exames”, afirma o diretor.

 

A presidente da Fundação Hospitalar, Gilberte Lucas, disse que todos os esforços por parte do Governo Municipal estão sendo feitos para que o atendimento no CMDI alcance um nível alto de satisfação. “O Governo Municipal tem feito investimentos importantes para melhorar a funcionalidade do CMDI. Nos últimos anos foram adquiridos Raio X, 3 aparelhos de ECGs, além do Mamógrafo Digital com um custo de 600 mil reais com recursos próprios e que reúne precisão e segurança no diagnóstico, com qualidade dos serviços ofertados, além de salvar muitas vidas. É bom frisar também que estamos adquirindo equipamentos de informática para que a exemplo do Hospital da Mulher possamos informatizar todo o CMDI”, informa a gestora.

 

Gilberte lucas ressaltou que foram feitas reformas na estrutura do equipamento como troca de telhado, reforma de banheiros, reposição de cadeiras novas e novos aparelhos de ar -condicionado. “Trabalhamos sempre com metas e por ser uma unidade com atendimento aproximado 300 pessoas por dia, de média complexidade, sendo um serviço gratuito e com um nível alto de prioridades ou por atendimento de urgência, agradar a todas as pessoas é uma luta diária. Mas estamos trabalhando sempre para melhorar os nossos serviços”, disse.

 

Para favorecer a demanda dos exames agendados via Central de Regulação, os horários do CMDI foram alterados. O atendimento ocorre a partir das 6 horas da manhã. Também foram ampliados para dois finais de semana os atendimentos no CMDI.

 

Secom