Destaques

Portal Cidade Gospel | Redação | Publicado em 01/11/2018

Com 381 casos em 3 anos, câncer de próstata soma quase metade dos diagnósticos no CMPC

Nos últimos três anos, os casos positivos de tumor na próstata somam quase a metade de todos os diagnósticos para os cânceres nos exames realizados no Centro Municipal de Prevenção ao Câncer Romilda Maltez.

 

Em apenas nove meses deste ano, o número de casos positivos, 104, somam quase 10% da demanda das consultas com urologista, que foram 1.029. No mesmo período foram realizadas 233 biopsias deste órgão.

 

A quantidade de consultas vai aumentar a partir do próximo mês, quando é iniciada a campanha Novembro Azul, que visa a conscientização de homens quanto à realização de exames que detectam a doença na sua fase inicial, quando a chance de cura é maior.

 

Entre 2016 e 2017, a quantidade chegou a 277 – respectivamente 180 e 97. Neste ano, até setembro, 104 pessoas foram diagnosticadas com a doença. O tumor é mais comum entre homens com mais de 50 anos, como mostram as estatísticas.

 

Até setembro, as consultas com urologistas no CMPC chegaram a 1.029 – em janeiro foi registrada a maior demanda, com 150 pacientes, e em maio a menor, com 76 atendimentos.

 

Ela é responsável por 10% de todas as mortes provocadas por câncer em pacientes do sexo masculino. O CMPC é mantido pela Fundação Hospitalar de Feira de Santana, que ainda tem sob sua gestão o CMDI (Centro Municipal de Diagnóstico por Imagem) e os hospitais da Mulher e da Criança.

 

Neste período, os casos de câncer de próstata foram 7,4 vezes maior do que o de mama e 5,6 vezes mais diagnosticados do que o câncer de útero. Todos os pacientes são encaminhados para tratamento pelo CMPC.

 

Em 2016, a doença foi nove vezes mais diagnosticadas no CMPC do que o câncer de mama e quase cinco vezes mais do que o câncer de útero, doenças associadas aos elevados índices de mortalidade feminina.

 

Nos dois anos citados, somados, os cânceres que acometem as mulheres chegaram a 46 casos, de mama, e mais 62 de útero. Também foram registrados um caso de pele e outros 47 de tireoide.

 

Secom