Combate à poluição sonora resultou em dez notificações, no início do mês

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on google
Google+
Share on whatsapp
WhatsApp

Nos dois primeiros finais de semana do mês de agosto, as operações do projeto Feira Quer Silêncio, desenvolvida pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Recursos Naturais (Semmam), resultou em dez notificações e oito apreensões de aparelhos sonoros residenciais, comerciais e automotivos.

 

O trabalho é em conjunto com a Secretaria de Prevenção à Violência (Seprev), por meio da Guarda Municipal, Superintendência Municipal de Trânsito e Polícia Militar.

 

Fiscalização será levada a zona rural

 

O titular da pasta, Arcênio Oliveira, afirma o combate à poluição sonora será levado também para os distritos. “Estamos preparando um relatório das ações para ser encaminhado ao Ministério Público e, após concluirmos essa etapa, iremos trabalhar também nos distritos”, assegura.

 

A poluição sonora está enquadrada como crime ambiental e de perturbação da ordem pública. É considerado abuso o volume do som acima de 70 decibéis, de dia, e de 60 decibéis, à noite, conforme a Lei Complementar nº 041/09.

 

A população pode denunciar através do Serviço 156 ou pelos telefones (75) 3322-9300 (Semmam) e 99170-7198 (somente finais de semana).

OUTRAS NOTÍCIAS