Como será isso? – Pastora Fran

Foto reprodução rede social

Eu me fazia essa pergunta todas as vezes em que entrava na sala de UTI para visitar o meu esposo. Diante de cada boletim médico negativo eu me perguntava:

“ Como vou dizer para os meus filhos”?

Como vou dizer que talvez o pai deles nunca mais vai voltar pra casa?

Como vou dizer que quem vai buscá-los na escola, não será mais o papai?

Como dizer que não teríamos mais o pastor que eles conheciam desde que nasceram ?

Como dizer que aquele dia em que saímos de casa pra levá-lo para a emergência foi a última despedida ?

Como…Como…como?

Eu me fazia repetidamente várias perguntas.

No início eu negava a mim mesma o fato de que eram perguntas bem realistas, eu precisaria responder aos meus filhos, eu teria que enfrentar a realidade diante de mim, mas eu me negava a ter que responder cada uma dessas perguntas.

Somente depois do último boletim, eu tive uma fração de coragem para dizer aos meus pequenos que possivelmente o papai não voltaria.

Nesse momento em que uso essa palavra, um filme vem a minha mente bem rápido, numa fração de segundos … muitos devem ter assistido aquele filme: em busca da felicidade, estrelado por Will Smith e seu filho. A cena que me recordo é dele explicando essa palavra ao filho dele, tentando preparar a criança para uma frustração.

Nós, pais, temos uma tendência de tentar livrar nossos filhos das frustrações, entendendo que é um mau bem mal!

O que aquele pai estava fazendo, na verdade, era forjando uma estrutura de enfrentamento em seu filho:O mal pode acontecer! Não se engane, você precisa lidar com os NÃOS!

Ora, se vós, apesar de serdes maus, sabeis dar o que é bom aos vossos filhos, quanto mais o Pai que está nos céus dará o Espírito Santo àqueles que lho pedirem!” Lc 11:13 KJA

Gosto dessa passagem bíblica no evangelho de Lucas, porque ele diz que o nosso Pai celestial nos dá o Espírito Santo quando o pedimos.

É exatamente o que mais precisamos para os enfrentamentos da vida!

Nós, que somos limitados estamos sempre tentando oferecer aos nossos filhos boas coisas, mas o nosso Pai nos oferece o que realmente precisamos. Ele nos conhece por dentro, Ele pode acessar nosso inconsciente e ver o que é bom pra nós, Ele vê o nosso futuro!

Voltando a narrativa dos piores dias da minha família, quero te dizer que eu não tive coragem para responder no primeiro momento aquelas perguntas aos meus filhos, não consegui lhes dar uma notícia ruim, mas a boa notícia é que eu não estava sozinha, o meu Pai celeste não me abandonou, Ele enviou o Espírito Santo e também pessoas, com as quais pude contar, amigos de perto e de longe que nos acolheram, e no momento mais terrível, aquele que eu mais temia, eu não estava sozinha.

Acredite você nunca estará sozinho se confiares no Senhor de todo o seu coração.

Precisamos vivenciar muitas vezes processos de perdas para nos lembrar que somos dependentes Daquele nos criou. Estamos diretamente ligados à sua essência, e quando o inesperado acontece não deixaremos de confiar em seu plano para nossas vidas.

O inesperado aconteceu na vida de uma jovem de origem simples em Nazaré da Galiléia, ela estava prometida a casamento, e recebeu de um anjo uma notícia que mudaria toda a sua vida.

Naquele momento sua resposta ao anjo foi:

-“ Como acontecerá isso”?

Os “comos” podem surgir, mas, quando surgirem precisam vir com fé e confiança no poder do amor de Deus por nós que nunca nos desamparará.

Respondeu-lhe o anjo: Descerá sobre ti o Espírito Santo, e o poder do Altíssimo te envolverá com a sua sombra; (Lucas 1:35pa)

Você consegue visualizar essa resposta aos “comos” que surgirem em sua jornada?

Nos momentos difíceis, quando houverem frustrações e situações mal resolvidas, creia que o Espírito Santo te envolverá.

O Dr. Mike Murdock diz: “A dor não provoca mudanças, o que fazemos com sim”.

Escolha estar no lugar da Presença do Onipotente, como diz o primeiro verso do salmo 91:

AQUELE que habita no esconderijo do Altíssimo, à sombra do Onipotente descansará.

Por Marcos Sampaio (Tribuna  Evangélica )

 

OUTRAS NOTÍCIAS