Coronavírus: Silas Malafaia pede que fiéis evitem contato físico no culto

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on google
Google+
Share on whatsapp
WhatsApp

O pastor explicou que devido ao risco de contaminação com o novo coronavírus, não seria recomendado que os fiéis dessem as mãos, abraços ou beijos, uma prática comum nas igrejas, especialmente nos momentos de confraternização musical e orações.

 

“Não vamos brincar, não somos alienados e idiotas, achando que estamos imunizados e que nada vai nos pegar… a Bíblia manda a gente ser prudente”, afirmou o pastor, segundo informações do jornal O Globo.

 

Ele disse que também deve reforçar o pedido para que os fiéis lavem as mãos com mais frequência e que, caso a pessoa esteja sentindo sintomas fortes de gripe, evite comparecer à igreja — e procure ajuda médica.

 

Malafaia alertou sobre os riscos do coronavírus, mas também tranquilizou os irmãos, explicando que não há motivo para pânico, visto que isto só prejudicaria o combate ao vírus.

 

“Não é bom nem o coronavírus e nem a pessoa emocionalmente abalada com medo de tudo”, disse ele.

 

Atualmente o Brasil possui 432 casos suspeitos de contaminação com o coronavírus e outros dois já confirmados no estado de São Paulo, segundo informações do Ministério de Saúde.

 

Fonte: Gospel + com informações de O Globo

OUTRAS NOTÍCIAS