Cristão internado por Covid-19 é espancado até a morte por fazer oração no leito

Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on whatsapp

Um cristão idoso internado para se tratar da Covid-19 foi espancado até a morte com um cilindro de oxigênio por outro paciente, que ficou incomodado com a oração feita pelo vizinho de leito.

O homem de 82 anos estava internado no Hospital Antelope Valley, na cidade de Lancaster, Califórnia (EUA), um dos estados dos EUA de maior hostilidade a cristãos. Ele dividia um quarto com outro paciente, identificado como Jesse Martinez, de 37 anos, também em tratamento contra Covid-19.

De acordo com informações do jornal LA Times, o departamento de Polícia do Condado de Los Angeles relatou que Martinez teria tido um surto de raiva quando o idoso, católico, começou a orar pela manhã para superar a doença causada pelo novo coronavírus.

O paciente mais novo não conteve a ira, e usando um cilindro de oxigênio, espancou o idoso até a morte. Os dois homens não se conheciam de fora do hospital, e a perícia indicou que a causa da morte foram os golpes desferidos pelo colega de leito.

Martinez foi preso no local depois que a equipe do hospital o deteve, segundo o tenente Brandon Dean, porta-voz do Departamento de Polícia. Ele foi acusado de assassinato, com agravantes de de abuso de idosos e crime de ódio motivado por religião. Sua fiança foi fixada em US$ 1 milhão.

O prefeito da cidade de Lancaster, Raymond Rex Parris Jr, disse em um comunicado que ficou “chocado e triste” com a notícia do crime: “Essas famílias já estavam passando por dificuldades e agora isso. Não faz sentido”, declarou o político, que comanda a cidade desde 2008.

Gospel +

 

OUTRAS NOTÍCIAS