Destaques

Portal Cidade Gospel | Redação | Publicado em 26/11/2018

Culto na Casa Branca para “declarar o nome de Jesus

Na posição de maior potência econômica e militar do mundo, os Estados Unidos possuem a capacidade de influenciar muitas nações em vários aspectos. Um deles é no âmbito da fé, algo que tem ficado cada vez mais nítido no Governo do Presidente Donald Trump.

 

No último dia 14, por exemplo, um grupo de pastores e cantores evangélicos se reuniram na Casa Branca para fazer um culto de adoração ao nome do Senhor Jesus Cristo, uma prática que apesar de já ter ocorrido outras vezes, vinha se perdendo nos últimos anos, durante a gestão do ex-presidente Barack Obama.

 

A retomada de encontros e anúncios públicos de fé no centro de comando do país é motivo de comemoração para muitos pastores e líderes cristãos.

 

“Grandes coisas estão acontecendo, quer a mídia mostre ou não! Quero dizer que estou saindo de Washington, DC, animado, esperançoso e informado com a VERDADE”, declarou Dominic Shabbon, do ministério de louvor da igreja Bethel.

 

Estiveram presentes na reunião de louvor músicos como Kari Jobe, Danny Gokey, Tauren Wells, We Are Messengers, Citizen Way, Sanctus Real e Newsboys, além da apresentadora Paula White, líder do ministério Destiny Christian Center, em Apopka, Flórida, e responsável pelo movimento chamado “Iniciativa de Fé”, que organiza os cultos na Casa Branca.

 

No vídeo do encontro, divulgado nas redes sociais, é possível assistir os participantes cantando a música “What A Beautiful Name”, da Hillsong.

 

“Que privilégio declarar o nome de Jesus em adoração e oração hoje na Casa Branca. A igreja tem uma grande oportunidade de se levantar com graça e verdade nesta hora”, escreveu o cantor Tauren Wells em sua conta oficial no Twitter.

 

Gospel +