Versículo do dia
Mas a Escritura encerrou tudo debaixo do pecado, para que a promessa pela fé em Jesus Cristo fosse dada aos crentes.

Cultura da brincadeira é tema de formação

Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on whatsapp

392015084047Com o objetivo de apresentar a cultura da brincadeira como conteúdo transversal para os professores que atuam no ensino fundamental e na educação infantil, será realizado nos próximos dias 15 e 16 de setembro, o Programa de Capacitação para Multiplicadores Cirandando Brasil, iniciativa da pesquisadora Nair Spinelli Lauria, que durante anos pesquisa as brincadeiras brasileiras.

 

As atividades, dirigidas a professores da Rede Municipal de Ensino, vão acontecer na Fundação Senhor dos Passos, bairro Baraúnas. Nesta quarta-feira, 2, o programa foi apresentado à equipe pedagógica da Secretaria Municipal de Educação. Os professores que desejem participar das atividades podem inscrever-se por e-mail até o dia 10 de setembro.

 

Estão sendo oferecidas 120 vagas, sendo 80 para os profissionais de Ensino Fundamental I e 40 para aqueles que atuam na Educação Infantil. Cada unidade de ensino pode inscrever um representante, seja este diretor, vice-diretor, coordenador, professor efetivo ou estagiário.

 

Os cursistas contarão, além de certificado, com um material didático oferecido pela capacitação, que incluiráCD´s e um livro de música, histórias, brincadeiras e repertórios diversos de cantigas de roda, incluindo letra, partitura, cifras e curiosidades.

 

A ação está sendo desenvolvida em parceria com a Seduc e conta com patrocínio da Petrobrás. A representante do Cirandando Brasil, Esther Ghissoni, esclareceu os objetivos do projeto e reforçou a importância do compromisso dos professores como multiplicadores: “É necessário que os profissionais compartilhem com os seus colegas a aprendizagem”, destacou Esther.

 

O Cirandando Brasil possui um vasto acervo sobre as cantigas e brincadeiras do folclore infantil brasileiro e visa resgatar o apreço das brincadeiras e cantigas populares do país através da transmissão deste às crianças.

 

Durante o primeiro dia da formação, os professores participarão de uma formação geral do programa quando vão conhecer a história da cultura da brincadeira e a sua aplicabilidade no ambiente escolar. A palestra será ministrada pela pesquisadora das brincadeiras brasileiras, Nair Spinelli Lauria, conhecida como Nairzinha. Já no dia 16, as atividades propostas são práticas, com uma oficina de música, literatura, brincadeiras, danças e coreografias.

 

“É importante que os professores se engajem em compartilhar, multiplicar este aprendizado em sala de aula, para que esta formação tenha um verdadeiro impacto no ambiente escolar”, explica a professora Fabiana Castelo Branco, que atua na divisão de Educação Infantil da Seduc. “Após a capacitação, os formadores farão um acompanhamento nas escolas, para avaliar as contribuições do Cirandando Brasil para as crianças”, relata.

OUTRAS NOTÍCIAS