Versículo do dia
Amados, agora somos filhos de Deus, e ainda não é manifesto o que havemos de ser. Mas sabemos que, quando ele se manifestar, seremos semelhantes a ele; porque assim como é o veremos. E qualquer que nele tem esta esperança purifica-se a si mesmo, como também ele é puro.

Damares Alves diz que irá processar Folha de S. Paulo após ser acusada de tentar impedir aborto em menina de 10 anos

Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on whatsapp

A ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves, decidiu processar o jornal Folha de S. Paulo por causa da reportagem “Ministra Damares Alves agiu para impedir aborto de criança de 10 anos”. Damares anunciou a medida judicial em seu Twitter nesta segunda-feira (21).

– Novamente a Folha de SP publica mentiras sobre a minha atuação e o trabalho de nossos técnicos. Entraremos imediatamente com pedido de resposta. Mais uma vez faremos o departamento jurídico do jornal trabalhar – afirmou.

Ela disse ainda que o Ministério atuou para reforçar a proteção da vítima.

– Essa acusação que você faz é grave. Tem provas? Testemunhas? Como isso seria feito, se estamos falando de um programa do Ministério que é efetivado a partir de emendas parlamentares? Terá que provar isso na Justiça a partir de agora. Espero que se retrate, cara militante – disse a ministra.

O mesmo tratamento deve ser dispensado à colunista do jornal El País e da revista Marie Claire, Débora Diniz. Débora publicou em suas redes sociais o “passo a passo de como Damares abusou do poder público para impedir a menina de 10 anos de abortar”. Ela usa como base a mesma reportagem do jornal Folha de S. Paulo. A ministra rebateu o tuíte da jornalista.

– 1. Matéria desse jornal não é prova de absolutamente nada. 2. Equipe do Ministério vai a várias cidades para realizar o mesmo trabalho, em muitos o abusado é um menino. 3. A Sra. faz acusações sem provas e terá que responder a isso na Justiça, dona Débora – escreve a ministra.

Fonte: Pleno News

OUTRAS NOTÍCIAS