Versículo do dia
Estendo para ti as minhas mãos; a minha alma tem sede de ti como terra sedenta. (Selá)

Damares Alves quer proibir filme da Netflix acusado de sexualizar crianças

Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on whatsapp

Damares Alves, ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, afirmou nesta segunda-feira, 14, no Twitter, que está estudando medidas contra “Lindinhas” (“Cuties”, em inglês), produção francesa da Netflix acusada de sexualizar crianças.

Em resposta a um seguidor, ela afirmou: “Não vamos ficar de braços cruzados. Deixa comigo”.

A ministra definiu a produção como abominável. Em uma rede social, ela apontou que o filme incentiva a pedofilia por exibir meninas de 11 anos em posições eróticas.

“Estou brava, Brasil! Estou muito brava! É abominável uma produção como a deste filme. Meninas em posições eróticas e com roupas de dançarinas adultas. Não neste país, Netflix! No Brasil não! Quero deixar claro que não faremos concessões a nada que erotize ou normalize a pedofilia”, declarou.

Damares deixou ainda um recado para os pedófilos.

“Quero aproveitar e dar um recado aos pedófilos que por anos têm vindo ao Brasil abusar de nossas crianças: no Brasil existe um Governo que se importa de verdade em proteger as crianças e as famílias”.

A ministra também compartilhou uma notícia que ela já acionou os assessores jurídicos do governo para impedir a exibição da obra na Netflix Brasil.

Nos comentários, outros usuários da rede social pediram que Damares falasse também sobre as piadas que o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) fez durante a live de quinta-feira (10) ao lado de uma youtuber de 10 anos de idade. A ministra não se pronunciou sobre o tema.

Fonte: UOL e Pleno News

 

OUTRAS NOTÍCIAS