Damares Alves reitera pedido a pastores para denunciarem casos de violência doméstica

Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on whatsapp

Damares Alves participou de um evento da Comunidade Cristã Aliançados, em Campo Grande (MS) e convocou pastores a atuarem de forma enfática no combate à violência doméstica.

Pastores evangélicos, assim como padres e outros sacerdotes, muitas vezes são os primeiros a terem contato com casos de violência doméstica, que na maioria das vezes envolve a agressão do marido à esposa.

A ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos reiterou um pedido feito em abril deste ano a pastores, cobrando que estes denunciem os casos de agressão que tomarem conhecimento.

“Deixa eu dar um recado para os líderes religiosos que estão aqui: quando uma mulher chegar na tua igreja com um olho roxo, não só ore por ela. Ore também, mas depois que você orar, tu vai pegar na mão dessa mulher e vai para a delegacia denunciar”, cobrou a ministra.

De acordo com informações do portal Campo Grande News, Damares Alves ressaltou que a sociedade cobra da Igreja uma postura atuante em muitas áreas: “É o que a sociedade espera de todos nós. Bora gente, dá para virar o jogo”, acrescentou.

A ministra também destacou as ações de sua pasta na proteção às mulheres, diferenciando o combate à violência doméstica da pauta feminista: “Proteger mulher não é pauta de esquerda, não é pauta de feminista, não é pauta de comunista, proteger mulher é pauta cristã”.

Gospel+

OUTRAS NOTÍCIAS