Destaques

Portal Cidade Gospel | Redação | Publicado em 12/09/2019

Defesa Civil vai treinar voluntários para atuação junto ao órgão

A Defesa Civil de Feira de Santana esta oferecendo oportunidade para pessoas interessadas em serem voluntárias na prestação de serviços a comunidade. Uma solenidade ocorrida na noite desta terça-feira, 10, reuniu centenas de voluntários e de bombeiros civis no Teatro Margarida Ribeiro, no bairro Capuchinhos. Durante o evento foram empossados os novos integrantes do Conselho Municipal de Proteção e Defesa Civil.

 

O evento teve a participação do prefeito Colbert Martins Filho, do ex-prefeito Jose Ronaldo de Carvalho, e de pessoas de várias áreas do conhecimento interessadas no trabalho voluntário.

 

O prefeito Colbert Martins Filho destacou a importância da iniciativa e citou como exemplo o risco de desabamento do edifício Sarkis, descoberto recentemente. “Neste caso teve a presença inicialmente de bombeiros civis e de pessoas voluntarias. Nós queremos preparar essas pessoas”, salientou.

 

O prefeito informou ainda que até 2020 pretende autorizar a contratação bombeiros civis para fazerem parte da estrutura da Secretaria de Prevenção a Violência. “E gostaria de dizer que quem é voluntário tem que ter preferência nos estágios, nos empregos e nas convocações”, acrescentou.

 

O coordenador de Defesa Civil, Pedro Américo Lopes, agradeceu a participaçao das pessoas que se mostram interessadas em serem voluntárias de Defesa Civil. E explicou que o órgão atua em várias ocasiões, como em situação de estiagem na zona rural, em situação de prédios com risco de desabamento, em situações de incêndios e de grandes acidentes.

 

“Ter a felicidade da participação de pessoas da comunidade que se preocupam com a cidade e querem ajudar de alguma forma, é importante”, afirmou Pedro Américo.

 

A major Laiza Garcia, subcomandante do 2º GBM (Grupamento de Bombeiros Militares) achou interessante a posição da Prefeitura em criar um quadro de pessoas voluntárias. “O voluntariado é algo essencial nessa tarefa da Defesa Civil. Um órgao apenas não pode desempenhar esse papel na sociedade, e sim todos, porque a Defesa Civil somos todos nós”, afirma.

 

A assistente social Valéria Lima já faz um trabalho junto a pessoas em situação de vulnerabilidade social. Ela pretende ampliar sua atuação como voluntária da Defesa Civil. “Já faço um trabalho com pessoas que vivem em situação de rua e acho extremamente importante essa decisão da Prefeitura em abrir essa oportunidade para as pessoas da cidade”, afirmou.

 

Para a bombeira civil Yeda Silva, a oportunidade de atuar como voluntária da Defesa Civil lhe garantirá uma experiência enriquecedora. Ela também se entusiasmou com a possibilidade dos bombeiros civis serem integrados a Seprev. “Essa é uma oportunidade fantástica não só para mim como para meus colegas de farda e para Feira de Santana”, considera.

 

Secom