Deputado evangélico quer proibir o Carnaval em 2022 no Brasil

Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on whatsapp

O deputado federal pastor Eurico (Patriota-PE) protocolou  na última quinta-feira (25) um Projeto de Lei (PL) para impedir a realização do evento devido à pandemia de Covid-19.

“Cancelar a celebração do Carnaval em todo o país é uma medida sensata para evitar possíveis curvas invisíveis de contágio e o surgimento de novas variantes do vírus. Não podemos esmorecer agora, no final desta guerra, e permitir que a população de todo o Brasil seja exposta a esse risco”, escreveu o deputado no projeto.

Se aprovado, o projeto proibirá a realização de “quaisquer festas, blocos carnavalescos ou eventos de pré-Carnaval, em ambientes abertos ou fechados, promovidos por iniciativa pública ou privada” durante o ano de 2022.

Críticas ao deputado

Capelão de cultos na Câmara, o Pastor Eurico, vem sendo criticado por tentar proibir o carnaval em 2022 mesmo tendo participado de aglomerações em eventos de apoio ao presidente da República.

Em suas redes sociais é possível vê-lo participando dos atos de 7 de setembro, quando Bolsonaro atacou o Supremo Tribunal Federal (STF). Sem usar máscara, ele também está sempre presente nas visitas do presidente a Pernambuco, segundo o colunista Igor Gadelha, do Metrópoles.

Cancelamento do carnaval

Durante a semana, o Carnaval foi mencionado por diversas autoridades que se manifestaram contra e a favor do evento. O presidente Jair Bolsonaro disse que, por ele, não haverá Carnaval. Houve municípios de São Paulo que anunciaram o cancelamento da festa. No entanto, a capital de São Paulo e a do Rio de Janeiro anunciaram que manterão às atividades relacionadas à festividade.

Fonte: Pleno.News e Metrópoles

 

OUTRAS NOTÍCIAS