Notícias do Mundo Gospel

Portal Cidade Gospel | Redação | Publicado em 12/08/2019

“Deus me colocou aqui por um motivo”, diz jogadora após foto com bebê viralizar

Entender qual é o chamado que Deus tem para a sua vida é um dever que parece passar despercebido aos olhos de alguns cristãos, mas não para a jogadora de futebol profissional Carson Pickett, do time americano Orlando Pride.

 

Ela conquistou a internet ao protagonizar uma cena que comoveu milhões de pessoas, durante uma partida na qual a jogadora participou. Carson se aproximou de um bebê de 21 meses, chamado Joseph Tidd, que também possui uma deficiência física assim como ela.

 

Os dois não possuem um dos braços completos. Na foto que viralizou na internet, a jogadora aparece cumprimentando o pequeno Tidd com o seu braço. Desde então os dois se tornaram amigos e o contato foi além dos estádios.

 

“Isso é algo muito maior que o futebol. Espero que seja uma amizade ao longo da vida”, disse a jogadora, que tem como objetivo fazer com que esses registros sirvam de inspiração para Tidd quando ele estiver mais velho.

 

“As imagens significam muito, por isso espero que quando ele ficar mais velho, ele possa ver isso e sentir ainda mais o que isso significa”, disse ela ao jornal USA Today.

 

“Quando eu era mais jovem e não sabia como o mundo funciona, foi difícil. Meus pais sempre me dizem que Deus me colocou aqui por um motivo. A coisa mais importante que eu quero que Joseph (e outros) saibam é que, mesmo que as pessoas o vejam como diferente, é o que está em seu coração que conta”, destacou a jogadora.

 

Carson não tem dúvida de que o motivo pelo qual Deus lhe permitiu nascer com um braço especial é para que ela mostre a outras pessoas o real valor da vida, que não está na aparência, nem nas coisas dessa Terra, mas na vida espiritual.

 

“Eu tenho a capacidade de impactar muitas pessoas. Meus pais me dizem o tempo todo para usar a plataforma que Deus me deu. Eu posso usar meu braço para algo maior do que eu”, disse a jogadora em outra entrevista, dessa vez para o jornal The Guardian.

 

“Eu sou capaz de impactar tantas crianças e pessoas que podem não ver uma saída. Não precisa impactá-los através do futebol. Ver que estou tendo sucesso na vida e feliz na vida pode ser um longo caminho para algumas pessoas”, conclui Carson, segundo a CBN News.

 

Gospel +