Destaques

Portal Cidade Gospel | Redação | Publicado em 04/05/2019

Dia D de vacinação contra a gripe neste sábado

O Dia D de mobilização contra a gripe acontece neste sábado, 04, em todas as unidades de saúde de Feira de Santana e no auditório da Secretaria Municipal de Saúde, das 8h às 17h. Todos os pontos de vacinação estão abastecidos com doses da vacina. As equipes estarão trabalhando em regime de ininterrupto.

 

Até o momento, o Governo do prefeito Colbert Martins Filho já recebeu 109.100 doses da vacina para a campanha, que vai até o dia 31 de maio. A meta é imunizar 90% do público alvo.

 

O público alvo da campanha são crianças de seis meses a menores de seis anos (5 anos, 11 meses e 29 dias), pessoas com 60 anos ou mais, gestantes, mães até 45 dias pós-parto, pessoas portadoras de doenças crônicas não transmissíveis ou condições clínicas especiais, indígenas, adolescentes e jovens em medidas socioeducativas, população privada de liberdade e funcionários do sistema prisional. Este ano o Ministério da Saúde incluiu também os profissionais das forças de segurança e salvamento.

 

Para receber a dose, o cidadão deve se enquadrar no público alvo e levar a caderneta de vacinação, cartão SUS e documento oficial com foto.

 

Sobre a gripe

A gripe é uma infecção viral que pode ser fatal quando agravada em grupos de risco. “Geralmente a gripe vem com muito espirro, congestão nasal, tosse seca e persistente, evoluindo com a febre. Esses sintomas duram em torno de sete dias, por isso é bom evitar contato com crianças e outras pessoas nesse período”, explica a supervisora da Vigilância Epidemiológica, Neuza Santos.

 

De acordo com ela, ao aparecer esses sintomas o cidadão deve procurar a unidade de saúde e evitar a automedicação. Neuza ressalta também que a vacinação não garante imunização imediata. “Existe um período para a vacina começar a agir no corpo que dura em torno de 10 a 15 dias”, pontua.

 

Prevenção

 

Além da vacina, a higiene das mãos e a utilização dos lenços descartáveis em períodos gripais são indispensáveis para evitar a contaminação ou transmissão da gripe.

 

A supervisora orienta que a população utilize a etiqueta respiratória. “Ao espirrar ou tossir, utilize sempre a parte interna do braço pra diminuir a proliferação do vírus”, explica.

 

Secom