Versículo do dia
Não to mandei eu? Esforça-te e tem bom ânimo; não pasmes, nem te espantes, porque o Senhor, teu Deus, é contigo, por onde quer que andares.

Dilma Rousseff recebe “bênçãos de exu” de umbandistas e agradece gesto

Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on whatsapp

Dilma-Roussef-PiauiA presidente Dilma Rousseff (PT), que atravessa grave crise política e tem seu mandato ameaçado por um movimento pró-impeachment, esteve recentemente no Piauí e recebeu uma “benção de exu” de integrantes do candomblé e da umbanda.

 

Na capital Teresina, Dilma foi recebida pelos adeptos das religiões afro-brasileiras, que fizeram um ritual com flores: “Demos bênçãos de exu para a nossa presidente para que ele abra os caminhos e ajude a resolver os problemas do país. Também entregamos a ela um pedido para que vote o plano nacional a contra a intolerância religiosa, pois sofremos muito com isso. Nossas religiões são discriminadas e esquecidas pelos governos”, disse a mãe de santo Yatyllyssa, de Roraima.

 

De acordo com informações do G1, a menina Kaylane Coelho Campor, do Rio de Janeiro (RJ), que foi agredida por um grupo de pessoas supostamente evangélicas, também estava no grupo e pediu que Dilma desse atenção ao problema da intolerância religiosa: “Fui apedrejada no meio da rua em minha cidade porque estava vestida de roupa da umbanda. Vim pedir para a presidente que ela aprove nosso plano de intolerância religiosa, pois nós merecemos respeito. Já fui para vários lugares vestida assim e quero que minha religião seja respeitada como faço com as demais”, discursou.

 

A presidente visitou o Piauí para acompanhar as obras dos lotes 6 e 7 da ferrovia Transnordestina, em Paulistana. Dilma Rousseff chegou à cidade em uma locomotiva, acompanhada do governador Wellington Dias (PT), do presidente nacional do Partido Progressista (PP) Ciro Nogueira e de Ciro Gomes, ex-governador do Ceará e atual diretor da Transnordestina Logística S/A.

 

Em seu discurso, a presidente Dilma Rousseff agradeceu as flores e “bênçãos” que recebeu dos praticantes das religiões afro-brasileiras.

 
Gospel +

OUTRAS NOTÍCIAS