Versículo do dia
O homem se alegra na resposta da sua boca, e a palavra, a seu tempo, quão boa é!

DJ Alok alega ter recusado R$ 10 milhões por clipe gospel sobre conversão de gays

Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on whatsapp

O DJ Alok fez uma declaração recentemente sobre um convite que ele teria recebido para produzir um clipe falando sobre o que a grande mídia convencionou chamar de “cura gay”. A proposta, envolvendo cifras milionárias, teria sido feita por uma pessoa ligada à igreja evangélica.

Alok é um dos principais nomes da música eletrônica brasileira atual, com reconhecimento internacional de seu trabalho. Ele participou de uma live com Matheus Mazzafera no YouTube na última terça-feira, 28 de julho, e alegou ter recebido uma proposta de R$ 10 milhões para produzir um vídeo que promoveria a visão da mudança de orientação sexual a partir da mensagem bíblica.

“Nunca falei isso, nem vou expor ninguém. Fui convidado por um cara da igreja evangélica para fazer um clipe de R$ 10 milhões para bombar na mídia. Eu aceitei e quando falei para fazermos o roteiro, descobri que o roteiro era de um cara que era gay, encontra uma Bíblia e se converte. Eu falei ‘cara, você pode me dar todo dinheiro do mundo, mas não tem como fazer este trabalho porque não é algo que eu acredito’. Eu não consigo. É algo que a pessoa escolhe, mas nasceu assim. Eu neguei. É complicado”, afirmou o DJ.

Na conversa, de acordo com informações da revista Marie Claire, Alok enfatizou que não acredita na possibilidade de “conversão” de uma pessoa homossexual e que a partir disso ela se torne heterossexual.

Embora o mercado de música gospel seja um dos que mais movimentam recursos, sendo um dos destaques da indústria fonográfica brasileira ao lado do sertanejo, o investimento de R$ 10 milhões em um videoclipe não soa verossímil, ainda mais com a negativa do artista em se recusar a identificar o suposto proponente.

Em maio de 2018, Alok sofreu um leve acidente de avião, que saiu da pista durante o procedimento de decolagem, no aeroporto de Juiz de Fora (MG): “Galera, fui decolar aqui… nosso avião…”, disse, ofegante, em um vídeo publicado nas redes sociais.

Posteriormente, por escrito, ele tranquilizou os seguidores: “Estamos todos bem. Só consigo agradecer! Obrigado Deus! Nascemos de novo! 20 de maio, meu segundo nascimento”, afirmou o artista natural de Goiânia (GO).

Gospel +

OUTRAS NOTÍCIAS