Destaques

Portal Cidade Gospel | Redação | Publicado em 18/01/2019

Dudu Camargo diz que conversão o ajudou a evoluir como pessoa: “Tenho vergonha do passado

Dudu Camargo afirmou que hoje se envergonha do passado, e que sua conversão foi um importante passo para se tornar uma pessoa melhor. O apresentador do SBT disse ainda que seu antigo comportamento impedia que ele conquistasse o respeito das pessoas, e que sua mudança abriu possibilidade de se relacionar com colegas de profissão de forma adequada.

 

“Eu tenho vergonha de pegar um vídeo antigo meu e ver as coisas que eu fazia. Claro que fiquei muito feliz com o resultado da minha estreia, mas era outra pessoa naquela época. Eu percebo a minha mudança, e o público também”, declarou o apresentador.

 

Na entrevista concedida ao portal Notícias da TV, o apresentador diz que desde que estreou na televisão, em outubro de 2016, as experiências fora do trabalho – em especial sua conversão ao Evangelho – o fez perceber que cometia exageros, e ao mesmo tempo, transformar-se num profissional respeitável.

 

Camargo apresenta o telejornal matutino Primeiro Impacto desde que tinha 18 anos. À época, com pouca orientação, protagonizou episódios bizarros, como danças desconexas, insinuação de strip-tease ao vivo e chamadas para fake news. O programa ficou marcado como um verdadeiro show de horror.

 

Desde que se converteu, o jovem apresentador mudou de comportamento. Agora, chega ao SBT às 04h00 da manhã, duas horas antes do jornal começar. Participa da reunião de pauta, dá sugestão aos colegas e tenta se inteirar dos assuntos que serão abordados no jornal. 20 minutos antes de ir ao ar, faz orações em seu camarim e medita.

 

Fiel da Igreja Universal do Reino de Deus, Dudu Camargo não esconde que é outra pessoa: “Até mesmo no programa eu demonstro a minha fé. Já abri o programa sugerindo para as pessoas colocarem os problemas nas mãos de Deus. Do começo para hoje, Dudu Camargo evoluiu muito. Pela fé e pela postura. Eu falava muito ‘sim’, e agora aprendi a falar ‘não’”, comentou.

 

Uma das polêmicas em que se envolveu foi com a colega Maisa Silva, 16 anos, quando participou do Jogo das 3 Pistas, e disse que dormiria com a adolescente. Maisa abandonou a gravação aos prantos, e o episódio serviu para alimentar a antipatia das filhas de Silvio Santos a Dudu Camargo.

 

“Eu tenho consciência de tudo isso. Mas a minha mudança se deu naturalmente, não houve nenhuma cobrança. Eu sentia isso e a mídia divulgou que as filhas do Silvio Santos não gostavam de mim. Acho que a única coisa que pegou ruim foi o episódio envolvendo a Maisa. A Silvia Abravanel a dirigiu por muito tempo e ela não gostou muito, mas eu tenho um carinho muito grande por ela e não tenho nenhum problema com as filhas do Silvio”, comentou o apresentador.

 

Dudu ressalta que não mudou por medo de ser demitido e tampouco por ter sido pressionado internamente, mas por uma mudança interior: “Percebo que as pessoas mudaram o olhar sobre mim e estão aprovando meu comportamento. O Silvio Santos disse que era para eu voltar a fazer as minhas dancinhas no Primeiro Impacto, mas não cabe mais isso. Eu estou feliz desta maneira e quero continuar evoluindo ainda mais”.

 
Gospel +