É crítica a situação da Covid em Feira, alertam especialistas

Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on whatsapp

Março pode superar índice de casos da Covid

Os casos confirmados da Covid-19 na primeira quinzena de março chegaram a 3.040. Neste ritmo, se não forem seguidos com rigor os protocolos de segurança, a tendência é superar dezembro, que atingiu o maior índice da pandemia em Feira de Santana com 4.845 casos.

Os leitos hospitalares estão com ocupação máxima. São 200 casos novos, em média, confirmados diariamente. Desse total, cerca de 20% vão precisar de internamento.

“A abertura de leitos é importante, mas não vai fazer a contenção. De dez leitos que se abrem em um dia, no outro já estão ocupados”, afirma a médica infectologista Melissa Falcão, em coletiva de imprensa na manhã de hoje (18).

Diante disso, o alerta das autoridades de saúde é redobrar todos os cuidados preventivos. “Chegamos no limite máximo. A situação é extremamente difícil”, alertou o prefeito Colbert Filho, que chamou atenção para a dificuldade na aquisição de insumos, principalmente anticoagulantes e materiais para intubação.

O secretário de Saúde, Marcelo Britto, lamentou o recorde de mortes no país – foram contabilizadas quase 3 mil mortes ao dia – e a insensibilidade das pessoas que ainda não usam a máscara. “Não vale a pena correr esse risco. Essas pessoas que saem às ruas sem proteção são vetores do vírus para dentro de casa, contaminando familiares. Por isso, obedeçam as regras de segurança sanitária”, apelou.

Secom -Foto: Jorge Magalhães

OUTRAS NOTÍCIAS