Versículo do dia
Todo aquele, pois, que escuta estas minhas palavras e as pratica, assemelhá-lo-ei ao homem prudente, que edificou a sua casa sobre a rocha.

Edvaldo Lima agradece aos seus pares pela aprovação, com emenda, do Plano Municipal de Educação

Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on whatsapp

13631554_848754881926173_527306841212639512_nO vereador Edvaldo Lima (PP), durante discurso proferido na tribuna da Casa da Cidadania, nesta quarta-feira (07), agradeceu aos vereadores pela aprovação do Plano Municipal de Educação, com uma emenda que retirou a meta 22, que tratava da questão de sexualidade e gênero.

 

“Subo a esta tribuna no dia de hoje para fazer agradecimento, o agradecimento que faço nesta manhã é para o Deus que criou todas as coisas e criou todos nós. Meu segundo agradecimento vai para cada vereador, os vereadores da bancada evangélica, em nome do vereador Justiniano França, e para os não evangélicos, mas que entenderam a mensagem que a família, a criação de Deus está em primeiro lugar”, disse Edvaldo, estendendo seus agradecimentos à imprensa, ressaltando que a maioria dos comentários dos profissionais de comunicação foi favorável à retirada da meta 22.

DSC_0009-1-630x300

Em aparte, o vereador Eli Ribeiro (PRB) comentou o assunto. “Quero dizer que foi uma vitória da família, não foi só nós evangélicos que votamos na emenda, foi uma vitória da família”, disse.

 

Novamente com o uso da palavra, Edvaldo Lima informou que a educação básica no Brasil, segundo dados da Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico, teve um índice muito ruim em um estudo divulgado recentemente, e isso prova que ainda há muito que melhorar no ensino.

 

“O Brasil fica entre os piores do mundo em avaliação da educação, justamente em Matemática, Português e Ciências. Está ruim a educação no país, na leitura, na Matemática, em Ciências e ainda queriam colocar para ser ensinado nas nossas escolas ideologia de gênero, que não se refere à matéria constitucional. Se não está dando conta dessa questão, ainda queriam colocar mais matéria para piorar a situação deste país”, criticou.

 
Segundo o vereador Edvaldo Lima, na avaliação da educação, o Brasil teria ficado atrás de países como México, Albânia e República Dominicana.

 

OUTRAS NOTÍCIAS