Versículo do dia
Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados e nos purificar de toda injustiça.

Edvaldo Lima pede que governo municipal apresse obras do Mercado de Arte Popular

Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on whatsapp

CM_Foto_Franklin-DoriaDSC_0357-300x200Com a presença dos comerciantes do Mercado de Arte Popular nas galerias da Câmara de Vereadores de Feira, na manhã desta segunda-feira (11), o vereador Edvaldo Lima (PP) criticou a demora na finalização da reforma e lembrou que o Governo Municipal os relocou com a promessa de que o local seria reformado em seis meses, o que não aconteceu.

 

“Marcaram a data de retorno para janeiro de 2014, lá se vão um ano e seis meses e eles ainda estão no mesmo lugar. Não entra nem mosca no galpão que os comerciantes estão, até mesmo a água já foi cortada”, afirmou o vereador. Ele lembrou ainda que o Governo Municipal havia dito que o valor da emenda, para a realização da reforma, já estava disponível na Caixa Econômica Federal, mas até o momento nada foi feito. Para o edil, os comerciantes estão passando dificuldades porque o Governo Municipal não tem palavra.

 

Em aparte, o vereador Alberto Nery (PT) afirmou que quando o Município relocou os comerciantes do Mercado de Arte os informou que já havia empenhado valores para a realização das obras, mas não é o que se vê. “O presidente da Casa se colocou à disposição para realizar uma reunião com os comerciantes, para posteriormente eles irem ao prefeito José Ronaldo cobrar urgência na realização das obras”, explicou.

 

O líder do governo, vereador José Carneiro (PSL), em aparte, chamou Edvaldo Lima de equivocado e afirmou que o colega não sabe o que está acontecendo. “Todas as explicações sobre o caso serão dadas em meu pronunciamento”, prometeu.

 

Ascom

OUTRAS NOTÍCIAS