Em acordo, Silas Malafaia pagará R$ 24 mil para encerrar ação de injúria e difamação movida por Felipe Neto

Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on whatsapp

O pastor terá que pagar o equivalente a 20 salários mínimos. — Foto: GloboNews

Silas Malafaia aceitou, na quinta-feira (23), acordo para não ser denunciado em dois processos pelo youtuber Felipe Neto. O pastor, acusado de injúria e difamação, terá que pagar o equivalente a 20 salários mínimos – mais de R$ 24 mil.

A informação foi divulgada pelo Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, que homologou o acordo em audiência realizada no 9ª Juizado Especial Criminal, na Barra da Tijuca, com a participação dos dois envolvidos.

Os processos analisam vídeos de Malafaia em seu canal do YouTube, em que propagaria ofensas e fake news contra Felipe. A transação penal foi apresentada pelo Ministério Público e dá 30 dias para o cumprimento do acordo.

Durante esse período, os processos ficam suspensos. Caso o pastor não cumpra o combinado, eles terão continuidade.

Do pagamento total, dez salários mínimos devem ser destinados a “aquisição de objetos e bens materiais de uso e consumo” da Associação Solidários Amigos de Betânia, em Jacarepaguá, Zona Oeste do Rio.

G1

OUTRAS NOTÍCIAS