Destaques

Portal Cidade Gospel | Redação | Publicado em 24/04/2019

Em Fórum de Governadores, Rui mostra preocupação com urgência financeira dos estados

Durante a IV reunião do Fórum Nacional de Governadores, realizada em Brasília nesta terça-feira (23), o governador Rui Costa afirmou que os estados não podem esperar a equação da previdência ser fechada para tratar com o governo federal, com o Congresso e com o Judiciário sobre temas de resposta rápida aos caixas estaduais

 

Os governadores entraram em consenso em relação a um pacote com seis temas prioritários para avançar na capital federal – o Fundeb, o Plano Mansueto, a Lei Kandir, a cessão onerosa do pré-sal, a securitização e a PEC 51. Nesta terça (23) já começa a articulação para a pauta de interesse dos estados. Um encontro foi marcado nesta tarde com o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, para a apresentação do pacote. “Precisamos definir uma ação conjunta e uma posição firme dos governadores para resolver a vida dos estados. Não podemos ficar esperando o tema previdência”, disse Rui.

 

Como já manifestado, os governadores do Nordeste não estão de acordo com o texto da reforma da previdência apresentado pelo governo Bolsonaro e não querem esperar as negociações para trabalhar outras pautas. Sobre isso, os demais Governadores do país também estão de acordo e vão somar esforços.

 

“Entendo que este é o momento para o foco dos governadores. Vamos pedir a votação de medidas que aliviam os estados”, enfatizou o governador da Bahia.

 

Os governadores querem reunião com o presidente da República, Jair Bolsonaro, o ministro da Economia, Paulo Guedes e com ministros do Supremo. O pacote e outras medidas estão na lista de pautas.

 

Ascom