Em jogo de viradas, Hernane marca duas vezes e o Bahia vence a Juazeirense na estreia

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on google
Google+
Share on whatsapp
WhatsApp

RTEmagicC_Hernane_tra_.jpgO Carnaval tomou conta da capital baiana e não foi diferente no estádio de Pituaçu. O som do tambores vindo das arquibancadas davam o tom e ritmo no encontro entre Bahia e Juazeirense. Mandande do jogo, graças as más condições do estádio Adauto Moares, foi a Juazeirense quem colocou primeiro o bloco na rua. Ebinho entrou bem na defesa tricolor, driblou Marcelo Lomba, mas foi derrubado pelo goleiro. Pênalti que Nino Guerreiro cobrou e soltou o grito de gol.

 

A resposta do Bahia veio na bola parada. Danilo Pires arriscou forte e tirou tinta da trave de Tigre. Logo depois foi a vez de Juninho tentar e voltar a assustar o goleiro da Juazeirense. As coisas ficaram mais fáceis quando Ricardo Braz fez a carga em Danilo Pires dentro da área e o juiz marcou o pênalti. O defensor ainda recebeu o segundo amarelo e deixou a Juazeirense com um a menos. Hernane foi pra bola e mostrou que é ‘brocador’. A comemoração teve direito a ‘dancinha da metralhadora’.
A Juazeirense voltou a assustar com Nino Guerreiro, que acertou a trave de Marcelo Lomba. Já o Bahia teve a chance da virada ainda no primeiro tempo, mas Juninho, sozinho na pequena área, mandou por cima. Com um jogador a mais o Bahia decidiu partir para cima e o Doriva mudou o volante Paulo Roberto pelo meia Rômulo.

 

Mas foi a insistência de Edigar Junio que fez a felicidade da torcida tricolor. Primeiro o atacante tabelou e chutou forte, mas Tigre mandou para fora. No cobrança de escanteio, Edigar acertou a trave no primeiro lance e no rebote concluiu para as redes. Virada do Bahia e mais dancinha na comemoração. Mas quando tudo parecia fácil para o tricolor, o atacante Ebinho resolveu aparecer de novo. Ele aproveitou a sobra de bola, ganhou da defesa na velocidade e bateu forte, sem chances para Marcelo Lomba.

 

O brocador do Bahia resolveu entrar em ação de novo. Rômulo começou a jogada e tocou para Juninho, o meia entrou na área, esperou a saída de Tigre e rolou para Hernane sem goleiro, sem marcação, mandar para o fundo das redes. Virada tricolor, mas desta vez sem dancinha. Na comemoração Hernane sentiu dores na coxa e na sequência foi substituído por Zé Roberto.

 

A Juazeirense até tentou um novo empate. No último minuto do jogo a bola balançou as redes de Lomba, mas o impedimento foi marcado. Sem alterações no placar, o duelo terminou com o triunfo tricolor. As duas equipes agora voltam aos gramados depois do Carnaval. O Cancão de Fogo visita o Fluminense de Feira, enquanto o Bahia recebe o Flamengo de Guanambi, na Fonte Nova.

 

FICHA TÉCNICA

 

Campeonato Baiano – 1ª rodada
Juazeirense 2 x 3 Bahia
Local Estádio: Metropolitano Roberto Santos (Pituaçu)
Gols: Nino Guerreiro e Ebinho (Juazeirense); Hernane (2) e Edigar Junio (Bahia)

 

Bahia: Marcelo Lomba; Hayner, Robson, Gustavo e João Paulo (Mário); Paulo Roberto (Rômulo), Danilo Pires e Juninho; Edigar Junio e Luisinho; Hernane (Zé Roberto). Técnico – Doriva.

 

Juazeirense: Tigre; Alex Travassos, Emerson, Ricardo Braz e Fernandinho; Capone, Naldo e Manteiga (Rodrigo); Ebinho, Nino Guerreiro (Sassá) e Willian Carioca (Elvis). Técnico – Sérgio Araújo.

OUTRAS NOTÍCIAS