Em quadrinho, Chico Bento elogia homossexuais com criança como modelo de “família”

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on google
Google+
Share on whatsapp
WhatsApp

Considerado um dos personagens mais famosos do cartunista Maurício de Sousa, Chico Bento é a principal figura do desenho em quadrinhos que se passa em um ambiente de interior. E foi nesse mesmo contexto que uma das suas histórias gerou repercussão, após apresentar uma cena em que um “casal gay” anda ao lado de uma criança.

 

A inclusão de personagens homossexuais entre os tradicionais quadrinhos de Maurício de Sousa, como os da Turma da Mônica, já havia sido comentada pelo filho do cartunista, Mauro Sousa, que é diretor de espetáculos, parques e eventos da Mauricio de Sousa Produções.

 

Mauro Sousa é homossexual e comemorou a cena LGBT que aparece na revista de edição 57 de Chico Bento. “Parem tudo o que estão fazendo e vamos apenas aplaudir essa historinha do roteirista Edson Itaborahy e direção de conteúdo da Marina Cameron”, escreveu ele no Instagram.

 

O personagem Chico Bendo foi criado em 1961, inspirado em um tio-avô de Maurício, morador de Santa Branca no Vale do Paraíba, São Paulo. Retratando situações diárias da vida simples no campo, o desenho terminou servindo de instrumento para transmitir o conceito de família defendido pelo movimento LGBT.

 

“É sempre assim, os pais trabalham pra construir impérios e os filhos acabam em questão de minutos. Olha o que tá acontecendo com a globo, só falta agora o Maurício de Sousa acabar com seu legado por questões ideológicas”, criticou um leitor, segundo o Opinião Crítica.

 

Gospel +

OUTRAS NOTÍCIAS