Versículo do dia
E não nos cansemos de fazer o bem, porque a seu tempo ceifaremos, se não houvermos desfalecido.

Emissora de TV cristã é censurada e tem equipamentos confiscados no Egito

Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on whatsapp

wevtv-563x353Os estúdios de uma emissora cristã no Cairo, SAT-7, foram invadidos neste sábado (10) por oficiais do Departamento de Censura do Egito, que acusaram a empresa de funcionar sem as licenças necessárias.

 

Itens de equipamentos, incluindo câmeras e computadores usados ??para edição foram confiscados. O diretor do escritório, Farid Samir, foi detido durante seis horas, segundo relatos de funcionários do canal. Ele enfrenta quatro acusações por executar o canal de televisão por satélite sem as licenças corretas.

 

No entanto, de acordo com a SAT-7, o escritório da TV no Egito faz apenas a produção dos programas e não as transmissões via satélite. O canal ainda afirma que todas as acusações foram “baseadas na falta de informações incorretas”.

 

A decisão foi tomada pelo Ministério Público e vai a tribunal nos próximos dias. Nesse meio tempo, as atividades do SAT-7 no Egito estão foram suspensas, embora as transmissões para o Egito estejam sendo feitas a partir de Beirute, capital do Líbano.

 

“Até onde sabemos, não fizemos absolutamente nada de errado. Nós temos as licenças e aprovações apropriadas. Este é um mal-entendido mas, infelizmente, estamos sujeitos a isso”, disse Rex Rogers, presidente da SAT-7 nos Estados Unidos.

 

O trabalho da SAT-7 no Egito é realizada sob cobertura legal da Igreja Evangélica Copta, mas seus serviços abrangem todas as denominações cristãs no país.

 

A questão da censura se tornou uma preocupação crescente na mídia egípcia depois da aprovação de uma nova lei anti-terrorismo. Os cristãos são uma minoria no país e enfrentam uma pressão contínua dos muçulmanos tradicionais, embora o presidente Abdel Fattah el-Sisi tenha instado fortemente a tolerância e a liberdade religiosa.

 

 

Guia me

OUTRAS NOTÍCIAS