Destaques

Portal Cidade Gospel | Redação | Publicado em 14/06/2019

Encolhimento da Lua revelado pela NASA é sinal de cumprimento profético, diz pastor

Um relatório intrigante divulgado pela “National Aeronautics and Space Administration”, ou Administração Nacional da Aeronáutica e Espaço, mais conhecida popularmente pela sigla NASA, revelou que o satélite natural da Terra, a Lua, está encolhendo, algo visto como um sinal profético por alguns teólogos.

 

Entre esses líderes está o pastor Paul Begley, conhecido por ter escrito várias obras sobre escatologia, isto é, a disciplina teológica que trata dos acontecimentos dos últimos dias da humanidade, na iminência da segunda vinda de Jesus Cristo à Terra.

 

Paul Begley comentou o relatório da NASA sobre a Lua, dizendo que a ciência está pontando nada mais do que os sinais descritos pela Bíblia Sagrada, como na passagem de Lucas 21:25-28, como está escrito:

 

“E haverá sinais no sol, na lua e nas estrelas; e na terra angústia das nações, em perplexidade pelo bramido do mar e das ondas. Ora, quando essas coisas começarem a acontecer, exultai e levantai as vossas cabeças, porque a vossa redenção se aproxima”.

 

Segundo o relatório da Agência Espacial Americana, a Lua está encolhendo “como uma uva passa”, mas a causa do fenômeno ainda é desconhecida. Entretanto, se trata de algo extremamente lento. Para o pastor Begley, que também já comentou o fenômeno conhecido como “Lua de sangue“, é a Bíblia se cumprindo.

 

“A Lua por dentro é como se fosse uma uva passa – eles dizem que a Lua está começando a encolher como se fosse uma uva passa. Que por dentro, algo está acontecendo com o núcleo da Lua. Será que a Lua está prestes a colapsar? O que isso significa? A Bíblia diz que haverá sinais no Sol, na Lua a nas estrelas.”, disse ele.

 

O pastor fez sua declaração em um vídeo publicado ao vivo no Youtube, segundo o Diário da Amazônia. O cientista Thomas Watters, do Museu Nacional do Ar e Espaço de Washington, também comentou o relatório, dizendo que o fenômeno produzirá transformações na superfície da Lua.

 

“Nossa análise fornece a primeira evidência de que essas fendas ainda estão ativas e provavelmente produzirão ‘lunamotos’ hoje, enquanto a Lua continua esfriando e encolhendo gradualmente”, disse ele.
Gospel +