Versículo do dia
E dizia a todos: Se alguém quer vir após mim, negue-se a si mesmo, e tome cada dia a sua cruz, e siga-me.

Encontro de Pescadores, realizado no povoado da Fazenda Mergulho

Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on whatsapp

13112015140256A programação foi aberta na manhã desta sexta-feira, 13, com as presenças de representantes dos municípios de Feira de Santana, Camaçari e Conceição da Feira, com apresentação do coral formado por crianças da Escola Núcleo Agrário de Oliveira Melo.

 

O palestrante e secretário municipal de Relações Interinstitucionais, Sérgio Carneiro, defendeu a exploração sustentável do lago de Pedra do Cavalo, ressaltando o potencial ainda não explorado do manancial para o transporte hidroviário, ligando 12 cidades do interior baiano. “Hoje começamos a consolidar ideias em torno da exploração do lago de forma ordenada e ambientalmente sustentável”, frisou.

 

Para o presidente da Associação dos Produtores Rurais e Pescadores do Distrito de Governador João Durval Carneiro, Moacir Azevedo Andrade, a exploração profissional da piscicultura no lago é um marco na história do distrito. Ele observa que com a iniciativa, os pescadores vão na contramão da crise econômica que atinge o país.

 

O deputado estadual Carlos Geilson ressaltou que as discussões sobre o potencial do lago de Pedra do Cavalo não podem ficar restritas ao município e devem ser levadas também para os governos do Estado e Federal.

 

Já o secretário municipal de Agricultura, Recursos Hídricos e Desenvolvimento Rural, Wellington Andrade, destacou que o Governo Municipal tem se empenhado em apoiar o desenvolvimento da piscicultura no distrito de Ipuaçu e alertou a comunidade para a necessidade de também se unirem na luta pela preservação do lago e da mata ciliar, visando não somente a geração de renda como também a preservação do meio ambiente.

 

Para o secretário de Meio Ambiente e Recursos Naturais (Semmam), Roberto Tourinho, é necessário ter um cuidado muito grande com relação à preservação do meio ambiente. Ele observou que cerca de 6 milhões de pessoas residentes ao longo dos 12 municípios banhados pelo lago são abastecidas pelas suas águas e inúmeros pescadores tiram seu sustento.

 

Secom

OUTRAS NOTÍCIAS