Versículo do dia
Suportando-vos uns aos outros e perdoando-vos uns aos outros, se algum tiver queixa contra outro; assim como Cristo vos perdoou, assim fazei vós também.

Ensino do criacionismo está proibido nas escolas do Reino Unido

Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on whatsapp

imagesEscolas e universidades públicas do Reino Unido não poderão ensinar o criacionismo. Essa é a decisão do documento oficial do governo que estabelece novas diretrizes para unidades de ensino vinculadas às igrejas.

 

O objetivo do documento é criar um “currículo mais amplo e equilibrado” tirando o criacionismo das teorias científicas da grade, e colocando a Teoria da Evolução nas séries iniciais.
As cláusulas que explicam a retirada do criacionismo do currículo escolar afirmam que as teorias são rejeitadas pelas próprias igrejas e pelos pesquisadores e que não há evidências nem consensos científicos sobre os temas, o que faz com que ele não seja uma “teoria científica”.

 

Segundo o documento o criacionismo é “qualquer doutrina ou teoria que sustenta que os processos biológicos naturais não podem explicar a história, a diversidade e a complexidade da vida na Terra e, portanto, rejeita a teoria científica da evolução”.

 

A Teoria da Evolução, proposta por Charles Darwin, passará a ser ensinada para crianças a partir de cinco anos. A proposta agradou a Associação Humanista Britânica, segundo o diretor de assuntos públicos, Pavan Dhaliwal, a medida já entrará em vigor em setembro quando as escolas passarão a incluir um módulo sobre a tese de Darwin para as crianças do primário.

 

Com informações O Globo

OUTRAS NOTÍCIAS