Versículo do dia
Faze-me saber os teus caminhos, Senhor; ensina-me as tuas veredas.

Escola Maria Antônia da Costa comemora 30 anos de fundação

Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on whatsapp

1982015175240Um delicioso reencontro dos antigos alunos, funcionários e professores com os atuais marcou a comemoração pelos 30 anos de fundação da Escola Municipal Maria Antônia da Costa, na noite desta terça-feira, 18. Fundada em 1985, a EMMAC já atendeu a mais de 9 mil alunos em toda a sua história.

 

“Vivi a maior parte da minha vida aqui. E de uma coisa tenho certeza: quando me aposentar, quero continuar trabalhando na Maria Antônia”, comemora Maria de Fátima Santana, funcionária da Secretaria da escola desde o primeiro dia de seu funcionamento e que por uma dessas fortuitas coincidências também celebra aniversário no mesmo dia da escola.

 

Com apresentações de dança, teatro e um brinde comemorativo reunindo representantes de pais, funcionários e alunos, a comemoração dos 30 anos marcou também o lançamento do memorial da escola. A obra construída pelos estudantes do 9º ano apresenta em gráficos, imagens e textos, detalhes que contam a história da escola.

 

A Escola Municipal Maria Antônia da Costa desenvolveu, ao longo dos anos dezenas de projetos interessantes que fomentam a parceria escola versus comunidade, como o “Projeto 15 primaveras” que promove junto com parceiros uma grande festa de aniversário para as estudantes de 15 anos.

 

Para a diretora da escola, Nelcilandia Figueiredo Arouca, que está na função há 12 anos, a jornada da unidade de ensino ainda está marcada por desafios. “Ao longo de tantos anos, nós da escola acumulamos experiências, aprendizados e temos a certeza de que transformamos a história de muita gente. Para os próximos 30 anos, acredito que a nossa missão é continuar superando os desafios. Trazer principalmente a família para dentro da escola, investir na formação de pessoas e seguir com o nosso trabalho diferenciado”.

 

Primeira vice-diretora do turno noturno e segunda diretora da unidade, a professora Luiza Ferreira, hoje aposentada, trabalhou na escola de 1985 a 2001. Ela comemora: “Estou muito feliz por poder viver este momento”. Izaíra Mendes Rodrigues e Vilma Santos Souza, colegas de Luiza e funcionárias da escola do mesmo período, completam: “Hoje é dia de festa! Estamos muito gratas a Deus por esta oportunidade de comemorar 30 anos da escola que conhecemos desta a construção”.

 

Nilda Campos, mãe da estudante Luana Cipriano Campos (do 6º ano), destaca a importância da escola na formação da filha: “Esta escola é maravilhosa. Não tenho nenhuma queixa, pelo contrário, aqui sinto que minha filha é bem cuidada, sem falar nos professores que são ótimos”. Gabriel Santos do Espírito Santo, colega de Luana, também comemora: “Eu amo essa escola. Amo a merenda daqui, amo os professores e os meus colegas!”.

 

“É uma honra para nós, familiares, participarmos desta comemoração. Maria Antônia viveu para a educação. Ela era professora de geografia e, numa certa ocasião, pediu ao governo estadual da época que fundasse a Escola da Cadeia Pública, onde por anos alfabetizou os presos que cumpriam pena lá”, destaca o advogado Roberto Tourinho, filho da patronesse homenageada com o nome da escola. Roberto Tourinho é também secretário municipal de Meio Ambiente.

OUTRAS NOTÍCIAS