Versículo do dia
Portanto, cingindo os lombos do vosso entendimento, sede sóbrios e esperai inteiramente na graça que se vos ofereceu na revelação de Jesus Cristo.

Estudo vai apresentar soluções para alagamentos de ruas

Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on whatsapp

A ordem de serviço para que a Fundação Escola Politécnica da UFBA inicie os levantamentos técnicos para a elaboração do Plano Diretor de Drenagem e Manejo das Águas Pluviais Urbanas de Feira de Santana deverá ser assinado nos próximos dias, pelo prefeito Colbert Filho.

Complexo, o estudo vai apresentar, entre muitas outras, soluções para os problemas de alagamentos de ruas, bem como aqueles que afetam as três bacias hidrográficas do município – Pojuca, Jacuípe e Subaé. A sociedade será ouvida, em audiências públicas, para a sua elaboração.

A participação da sociedade civil organizada é importante porque os técnicos dedicarão atenção especial às análises das propostas apresentadas pelos cidadãos, conhecedores das realidades locais.

O secretário de Planejamento, Carlos Brito, definiu o Plano como marco importante para a cidade, que vai permitir um maior conhecimento sobre este setor.

“Este será um instrumento básico de desenvolvimento sustentável focado na tomada de decisões sobre a adoção de infraestrutura para o manejo das águas das chuvas”, afirmou. “O que se busca é preparar a cidade para o futuro. E vamos conseguir”, pontuou Brito.

Contratada pelo Governo do Estado, a Escola Politécnica elaborou o Plano Diretor de Abastecimento de Águas e Esgotamento Sanitário de Feira de Santana. O Plano de Manejo de Águas Pluviais terá custo de 2,7 milhões de reais, valor que vai ser custeado pela Prefeitura.

O prazo para a conclusão dos estudos pode chegar a um ano. Para virar lei, deverá ser analisado e aprovado na Câmara Municipal.

OUTRAS NOTÍCIAS