Versículo do dia
Porquanto tudo o que em trevas dissestes à luz será ouvido; e o que falastes ao ouvido no gabinete sobre os telhados será apregoado.

Ex-ator de Malhação abandona carreira para ser pastor: “Deixei tudo para andar com Jesus”

Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on whatsapp

Ademir Zanyor fez parte do elenco da primeira temporada da série juvenil, Malhação em 1995, quando fez o papel do professor de natação Israel.

 

Seu nome veio à tona após a publicação de uma foto publicada recentemente pelo ator e apresentador André Marques no Instagram, relembrando os bastidores de “Malhação”.

 

Ademir Zanyor aparece na foto ao lado de André Marques, Bussunda e Maria Paula. O ator, que deixou a carreira artística para se tornar missionário e pastor, comentou a foto publicada pelo amigo.

 

“Quando vi a foto relembrei vários momentos. Começaram a me mandar mensagens na internet pedindo a minha volta. Recebi ligações da família também. Aí me deu essa vontade. Estou disponível para trabalhar. Quero voltar a me alegrar decorando textos e me concentrando para as cenas. Hoje, estou muito mais maduro, centrado e equilibrado”, declarou o ator.

 

Aos 46 anos, Zanyor credita as mudanças em sua vida à religião. Ele conta que se tornou evangélico depois da morte de uma de suas irmãs, em 1998.

 

“Minha irmã, na época com 8 anos, descobriu uma leucemia e passou por um transplante de medula óssea. A imunidade ficou muito debilitada e ela não resistiu. Em todas as tentativas religiosas até então, eu não tinha encontrado Jesus. Aconteceu naquele momento de dor. Então, fui aceitando a palavra de Deus na minha vida. Continuei fazendo pequenos trabalhos e participações na TV, mas me dedicando cada vez mais à igreja. Essa passou a ser minha prioridade”, explica.

 

A partir daí, Zanyor começou a participar de missões evangélicas. Ele esteve em Angola e na Bolívia e visitou tribos indígenas no Mato Grosso do Sul. Também fez trabalhos em presídios, centros de recuperação de dependentes químicos e hospitais. Além disso, participou da fundação de uma igreja.
“Eu deixei tudo: meu trabalho, meus pais, meus irmãos, minha casa e até namorada para caminhar com Jesus. E tenho recebido muito como recompensa. Com a morte da minha irmã, nasci para o Evangelho. E, com minha renúncia, tenho feito outras pessoas nascerem para Deus”, conta.

 

Ministério

 

Zanyor mora há dez anos em Minas Gerais e hoje atua como pastor na Igreja Batista Getsêmani, em Belo Horizonte. Casado com Hélida, também pastora, que conheceu durante um trabalho missionário, o casal tem dois filhos: de Amanda, de 14 anos, e Hadassah, de 1 ano e 6 meses.

 

“Sou sustentado por Deus através da arrecadação da igreja. Prego nos cultos, dou apoio a pessoas em luto em cemitérios, visito hospitais, atendo a pedidos especiais de orações etc. Dou aula em seminários também. E tenho o artesanato como renda extra. Produzo relógios rústicos em madeira e trabalho com design. Recentemente, por exemplo, fiz a arte dos uniformes de uma barbearia”, disse Zanyor.

 

Ao longo dos últimos anos, ele diz ter recusado convites para trabalhar como ator por falta de tempo.

 

“Não pude atendê-los por não conseguir conciliar tudo. Mas tenho o desejo de voltar e já atualizei meu cadastro na Globo. Estou preparado, liberado, sem qualquer preconceito. Tenho minha convicção, mas respeito qualquer religião, qualquer pessoa, qualquer orientação sexual. Respeito o livre-arbítrio”, explicou.

 

Além de “Malhação”, Ademir Zanyor fez novelas como “A viagem”, “Kubanacan” e “Salsa e merengue”, na Globo, e “Fascinação”, no SBT.

 

Guia-me

OUTRAS NOTÍCIAS