Falta de aprovação do Orçamento impede a ampliação de leitos para tratar Covid

Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on whatsapp

Os casos da Covid-19 estão aumentando a cada dia em Feira de Santana. Devido a não aprovação da Lei do Orçamento 2022, que depende da Câmara de vereadores, o município não pode ampliar a oferta de leitos para tratar casos graves da doença.

Somente neste ano, foram registrados 8.374 casos de acordo com o boletim diário da Vigilância Epidemiológica, da Secretaria Municipal de Saúde.

“Não teria condições. Primeiro que não temos orçamento, isto é um investimento novo e não temos condições para iniciar este processo. Segundo, teríamos que recorrer à iniciativa privada, requisitando alguns leitos, mas não temos orçamento para fazer”, explica o secretário de Saúde Marcelo Britto.

Feira de Santana tem um total de 41 leitos públicos disponíveis para internamento, sendo 8 no Hospital Dom Pedro de Alcântara e 33 no Hospital Estadual da Criança – que além de Feira, atende outros municípios vizinhos.

Ainda de acordo com o boletim epidemiológico, 47 pacientes estão hospitalizados no município, incluindo também o quantitativo da rede particular.

Secom -foto: Izinaldo Barreto

OUTRAS NOTÍCIAS