Família de pastor que morreu atropelado por caminhão quer que motorista seja responsabilizado: ‘Todos sem acreditar’

Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on whatsapp

A família do pastor Wallage Calixto, de 58 anos, pede justiça pela morte dele, que foi atropelado por um caminhão em Senador Canedo, na Região Metropolitana da capital. Jane Bispo, filha do religioso, contou que a mãe está tão abalada que não consegue nem falar sobre o marido.

“Todo mundo está sem acreditar no que houve porque meu pai era uma pessoa muito querida. Minha mãe quer que o motorista seja responsabilizado”, desabafou Jane.

Wallage morreu na última segunda-feira (28). A filha contou que o pai foi dado como desaparecido, pois saiu de casa às 8h de e, até às 22h, a família não tinha notícias dele. Imagens de câmera de segurança mostram quando o Wallage foi atingido por um caminhão bitrem

Legado de fé
Jane Bispo contou que o pai já foi até policial, mas largou tudo, se formou em teologia e dedicou a vida à obra de Deus. A filha comentou que ele foi pastor em uma igreja por 25 anos, mas decidiu criar o próprio ministério, que tinha cerca de 30 fiéis.

“Meu pai estava construindo a igreja em cima da casa dele e estava fazendo os cultos na área da residência. Ele sonhava em reunir muitos fiéis”, contou a filha.

Fonte G1 Foto: Reprodução/TV Anhanguera

OUTRAS NOTÍCIAS