Destaques

Portal Cidade Gospel | Redação | Publicado em 28/11/2019

Feliciano pede convocação de Lula à CPI das Fake News para explicar mentiras do PT

O pastor Marco Feliciano (PODE-SP) protocolou um requerimento para que o ex-presidente Lula (PT) seja convocado para a CPMI das Fake News. A proposta é que o líder petista explique afirmações feitas no passado sobre declarações inverídicas dadas por ele no exterior a respeito do Brasil.

 

“Protocolei requerimentos que tenho certeza que vão ajudar muito na elucidação de como se produz e se espalha notícias falsas com intuito de destruir adversários políticos”, comentou Feliciano durante sessão da Comissão Parlamentar Mista de Inquérito.

 

“Estou trazendo aqui um elemento para que todo o Brasil saiba onde nasceu a fake news. Tenho aqui um réu confesso”, disse o parlamentar, antes de mostrar o áudio de Lula falando como mentia a respeito do Brasil no exterior como forma de conquistar a simpatia de políticos e empresários estrangeiros.

 

“Ele se orgulha de, como representante do Brasil, mentir para chamar atenção dos países por onde ele passava. […] Ele diz ‘nós tínhamos orgulho de viajar o mundo mentindo sobre o Brasil’. O primeiro requerimento é para convocar o condenado Lula”, acrescentou Feliciano, ao justificar seu requerimento.

 

A deputada federal Bia Kicis (PSL-DF) compartilhou o vídeo do momento em que o pastor veiculou trecho do áudio em que Lula admite ter praticado fake news no passado e afirmou que Feliciano “detonou o PT e desmascarou as mentiras do chefe da quadrilha, cujas mentiras inauguraram as fake news” em uma publicação no Twitter.

 

Num segundo requerimento, Feliciano também solicitou a convocação do advogado, escritor e delegado Romeu Tuma Jr., ex-secretário nacional de Justiça.

 

Tuma Jr. é autor do livro Assassinato de Reputações, e recentemente concedeu uma longa entrevista ao jornalista José Nêumanne Pinto, do jornal O Estado de S. Paulo, onde detalhou a atuação de Lula em diversas fases de sua carreira política, incluindo o período em que atuou como líder sindical.

 
Gospel +