Destaques

Portal Cidade Gospel | Redação | Publicado em 04/11/2019

Felipe Neto e Silas Malafaia fecham acordo na Justiça

De acordo com o colunista Lauro Jardim, do jornal O Globo, a disputa judicial entre o youtuber Felipe Neto e o pastor Silas Malafaia chegou ao fim.

 

Os dois fizeram um acordo para encerrar um processo que já durava dois anos.

 

Em 2017, Felipe Neto disse em seu canal nas redes sociais que o pastor Silas Malafaia, líder da igreja Assembleia de Deus Vitória em Cristo, “explorava a fé das pessoas para enriquecer”.

 

O acordo estabelece que Felipe terá até sexta-feira na semana que vem para gravar um vídeo dizendo o seguinte texto: “Em acordo na queixa-crime[…], venho esclarecer que: eu critico a postura e não concordo com muitas coisas que o pastor Silas Malafaia fala, mas não posso provar e afirmar que ele enriquece através de fiéis”.

 

O caso

 

Silas Malafaia entrou com um queixa-crime, em janeiro de 2018, contra Felipe Neto por calúnia, injúria e difamação.

 

Em 2017 o youtuber gravou um vídeo criticando o pastor por conta de sua opinião contrária a um desenho da Disney que promove a causa gay tendo as crianças como público alvo.

 

Malafaia pedia o boicote à Disney, assim como ele fez em outras ocasiões contra grupos e empresas que promovem o movimento LGBT, tanto em relação a relacionamentos, quanto a imposição da ideologia de gênero.

 

Felipe postou um vídeo dizendo que Malafaia é, entre outras coisas, “canastrão” e que “explora a fé das pessoas para enriquecer”.

 

Em agosto deste ano, em uma série de tuítes, Felipe Neto disse que Malafaia estava tentando sua condenação à prisão e que o pastor entrou com um processo criminal, mas que vai lutar contra ele e seguirá expondo acusações de esquemas.

 

Fonte: O Globo