Frota de ônibus será reduzida e todos devem evitar deslocamentos desnecessários

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on google
Google+
Share on whatsapp
WhatsApp

A frota de ônibus será reduzida progressivamente, ajustando-se à demanda, como maneira de inibir a circulação de pessoas. Será dada prioridade às áreas industriais e hospitalares.

Há a recomendação, em atendimento às orientações de isolamento social divulgadas pelos órgãos de saúde, que evitem deslocamentos desnecessários, especialmente os idosos e outras pessoas pertencentes aos grupos de risco.

Quando necessário o uso do transporte público, deve-se optar por horários alternativos, evitando os horários de pico.

O decreto proibiu a prestação do serviço de mototáxi passageiros que não possuam capacetes próprios e permitiu, enquanto durar a situação de emergência, a prestação de serviços de entrega a domicílio pelos mototáxistas e táxis, desde que adotem as medidas de higiene recomendadas pelas autoridades sanitárias.

O serviço do PACE (Programa de Acessibilidade ao Cidadão Especial), está suspenso, ressalvados os casos de beneficiários que utilizam o serviço para tratamento médico essencial.

Os veículos utilizados no PACE que não estiverem sendo usados pelos beneficiários do programa deverão ser destinados à atividade de suporte à Secretaria de Saúde para a situação de emergência relacionada ao COVID-19.

Secom

OUTRAS NOTÍCIAS