Destaques

Portal Cidade Gospel | Redação | Publicado em 10/09/2019

“Fui escolhida por Deus para ser mãe de trans”, diz Gretchen

Afeita a polêmicas, a ex-cantora Gretchen – que se identifica como evangélica – afirmou recentemente que foi escolhida por Deus para ser mãe de uma transexual.

 

Gretchen é mãe de Thammy, ex-modelo que realizou cirurgia de mudança de sexo e adotou identidade masculina. Em entrevista ao programa A Tarde É Sua, da RedeTV!, ela falou que o papel de mãe de uma pessoa com essa particularidade foi conferido a ela por Deus.

 

“Fui escolhida por Deus para várias coisas: ser mãe de trans, presenciar violência doméstica e ser filha de um alcoólatra, sem carregar traumas na vida. Eu aprendi a me defender de tudo. Não ficou trauma, pelo contrário, fiquei mais forte”, declarou Gretchen, mencionando os casos de agressão de seu pai contra sua mãe.

 

Família

 

Gretchen, que chegou a atuar em filmes pornográficos, tem uma filha que anos atrás entregou a vida a Jesus Cristo e desistiu de posar nua. Jenny Miranda, modelo e dançarina, anunciou sua conversão em maio de 2017 e passou a frequentar a Bola de Neve Church ao lado do noivo, Artur Jesus, jogador de futebol.

 

Após a decisão por seguir a Cristo, Jenny Miranda sentiu que não faria mais sentido posar nua para a revista, e mesmo com todos os detalhes já encaminhados, optou por cancelar o negócio, que renderia um cachê admirável.

 

“Posar nua está fora de cogitação totalmente. Estava quase fechando, já tinha falado com meus pais e estava tudo certo. Hoje entendo que não era isso que Deus queria para mim. A sex symbol foi totalmente cortada da minha vida”, disse Jenny Miranda, que ficou conhecida também como dançarina do funkeiro Mr. Catra.

 

Mais recentemente, a irmã de Gretchen, Sula Miranda, demonstrou ter uma visão diferente sobre o relacionamento com Deus, ao declarar que depois de seu divórcio, em 2007, se mantém em abstinência sexual.

 

Sobre a sobrinha famosa, Sula – que ficou nacionalmente conhecida por sua carreira na música sertaneja – decidiu que não faria mais comentários: “Uma palavra que eu falo vira uma confusão, prefiro deixar entre família. Não me pronuncio mais para evitar constrangimento, aborrecimento”.

 

Antes, Thammy havia rejeitado seus conselhos, já que a tia acredita que se ela não se arrepender, vai ter um destino infeliz: “Eu respeito, do mesmo jeito que quero que ela me respeite. É a opinião dela. Ela acha que eu vou pro inferno”, declarou a ex-modelo.

 

Gospel +