Destaques

Portal Cidade Gospel | Redação | Publicado em 17/09/2018

Globo causa revolta ao exibir beijo gay em novela das seis

Pela primeira vez em 47 anos, a Globo exibiu o primeiro beijo gay em uma novela das seis nesta quarta-feira (12). Os personagens Luccino (Juliano Laham) e Capitão Otávio (Pedro Henrique Müller) da novela “Orgulho e Paixão” foram os protagonistas da cena.

 

A cena do beijo gay gerou revolta em muitos telespectadores e algumas personalidades cristãs se pronunciaram.

 

O cantor Israel Salazar se manifestou sobre o ocorrido em seu Instagram e criticou a novela.

 

“Não podemos deixar de nos posicionar quanto à agenda que está descaradamente assumida no Brasil. Nós só queremos respeito para com a população de bem. Aonde foram para os bons costumes? Aonde foi parar o respeito? Não assisto novelas e não acho que deveria passar cena de beijo nenhum às 18h, nem homossexual e nem heterossexual”, declarou.

 

Ele também acusou a emissora de ser incoerente e ter interesses ocultos em sua programação. Ele relembrou a participação do presidenciável Jair Bolsonaro (PSL) no Jornal Nacional e o comparou com a cena da novela.

 

“Esses dias um candidato quis mostrar uma cartilha feita para “crianças” no Jornal Nacional e não podia por causa do horário 20h30, mas esse mesmo crivo não é utilizado para cenas como essa na TV? Dois pesos e duas medidas, Rede Globo?”, criticou.

 

A psicóloga Marisa Lobo esclarece que o beijo gay não é um crime, mas sim um tabu. Como não é juridicamente possível evitar cena como essas na televisão brasileira, a especialista aconselha as famílias a fazerem um filtro na programação exibida em seus lares.

 

“Você pode protestar sim: Não dando ibope. A emissora sabe pelos números que os evangélicos criticam, mas dão uma espiadinha. Ninguém é obrigado a assistir, então mude de canal. O poder está em suas mãos”, disse ela no Twitter.

 

“Enquanto a Globo achar que pode escarnecer do seu grande público porque este aceita tudo, ela vai enfiar goela abaixo todo lixo que quiser”, Marisa Lobo acrescentou.

 

 

Fonte: Guia-me e Pleno News