Globo define retorno ao trabalho presencial com rodízio em 2021

Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on whatsapp

Funcionários da Globo receberam um comunicado nesta quarta-feira (4), assinado por Jorge Nóbrega, presidente-executivo do Grupo Globo, indicando normas relativas ao retorno do trabalho presencial. No texto, o gestor falou sobre as novas rotinas e informou que volta ao serviço em pessoa, não obrigatório, acontecerá no dia 9 de novembro.

– Os colaboradores que puderem e quiserem retornar ao trabalho presencial a partir de 9/11 já podem procurar seus gestores, que vão avaliar os pedidos e definir o sistema de rodízio, visando garantir o distanciamento social, com uma taxa de ocupação de 40% dos nossos prédios – aponta o comunicado.

O documento, revelado pelo colunista Leo Dias, do Metrópoles, trata ainda do chamado auxílio ergonômico, no valor de R$ 750, que será fornecido aos que permanecerem trabalhando remotamente. No texto, a gestão da emissora indica que 90% dos funcionários infectados com a Covid-19 já estão recuperados.

– Acompanhamos de perto os casos de colaboradores com coronavírus, incluindo aqueles que estavam trabalhando a distância, e hoje temos mais de 90% deles já recuperados. Nesse período, com parte das nossas equipes remotas, experimentamos novas dinâmicas de produção e nos reinventamos. Queremos aproveitar essa experiência para uma nova etapa – diz o texto.

Nóbrega também cita o planejamento para o próximo ano, com a data de 4 de janeiro como o dia obrigatório de retorno dos funcionários que estiverem atuando remotamente. Segundo a regra da emissora, será feito um rodízio de dois dias no local de trabalho e três de atuação à distância.

– A escala deve ser definida pelos gestores de acordo com a dinâmica de cada área, respeitando-se o novo limite de ocupação dos prédios. Após a pandemia, quando tivermos vacinas à disposição, discutiremos outros passos – completa

Pleno News

OUTRAS NOTÍCIAS