Destaques

Portal Cidade Gospel | Redação | Publicado em 01/11/2018

“Glória a Deus”: Daciolo diz a Danilo Gentili porque expressão virou meme

O deputado federal Cabo Daciolo (PATRI-RJ), candidato derrotado à presidência da República, concedeu uma entrevista ao talk show The Noite, apresentado por Danilo Gentili no SBT, e falou sobre o que vê como solução para a profunda crise que o Brasil atravessa: “O país está sofrendo muito e espera-se a esperança, o novo. Temos que orar e clamar”.

 

A entrevista foi ao ar na última segunda-feira, 29 de outubro, dia seguinte à votação de segundo turno que deu a vitória a Jair Bolsonaro (PSL). Daciolo declarou que está em oração para que o governo do presidente eleito seja bem-sucedido, reiterou suas críticas às urnas eletrônicas e garantiu que, com esforço, é possível ser honesto na política.

 

“A solução para a nação é levar o povo a clamar a Deus e eu espero e oro para que o presidente Bolsonaro tenha sucesso e que ele venha a fazer algo verdadeiro para a nossa nação”, afirmou, revelando que não votou no capitão do Exército que é seu colega de Parlamento na atual legislatura. “Vou estar orando para que dê tudo certo, porque o povo está sofrendo muito e só quer ser tratado com um pouquinho de dignidade, com amor”, acrescentou Daciolo.

 

“Eu não fui votar. Na verdade, eu coloco que tem fraude nas urnas eletrônicas. Eu entro no voto de abstenção, vou pagar R$ 3,50 justamente porque não estou de acordo com as urnas eletrônicas do país”, disse o deputado federal, numa postura de protesto.

 

Gentili o questionou sobre como encara o termo “Glória a Deus” ter se tornado um meme por conta de suas participações nos debates, Daciolo ponderou que trata-se de um gesto livre de rótulos religiosos: “Tem muitos que estão de terno e gravata, com a Bíblia debaixo do braço e estão piores que muitos ateus. Tem muitos ateus aí que estão com Jesus dentro deles. Ele proporciona o amor. [O ateu] só é ateu porque ainda não falaram de Jesus Cristo para ele, da forma que Jesus é. Aí as pessoas estão vendo ali, todo mundo pedindo muito dízimo, pedindo muita oferta e botando no seu próprio bolso, enquanto o povo está morrendo e sofrendo”, explicou.

 

Benevenuto Daciolo disse, também, que sua campanha de custo ínfimo é uma prova de que é possível ganhar destaque em uma disputa eleitoral sem gastar milhões: “Isso é para poder mostrar para o povo que nós podemos estar lá dentro e não nos corromper. Nós devolvemos dinheiro do Congresso Nacional. Hoje eu mostro para todos a minha conta bancária, mostro a minha vida e não tenho vergonha de mostrar. Eu não tenho bens materiais”, disse.

 

Gentili mostrou um vídeo em que o jornalista William Bonner expressava espanto com o resultado nas urnas, colocando Daciolo à frente de Marina Silva (Rede) e Henrique Meirelles (MDB). O público aplaudiu o ex-candidato, que se mostrou constrangido: “Eu preciso aproveitar essas palmas e lembrar que elas são para honra e glória do Senhor Jesus. Glória a Deus”, finalizou.

Assista na íntegra:

 

Gospel +