Governador do Maranhão diz que quem defende fuzil “não é de Deus”

Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on whatsapp

O governador do Maranhão disse no último sábado, 28, que quem defende fuzil “não é de Deus”. Flávio Dino (PSB) soltou a declaração quando cumpria agenda em Barreirinhas, no interior do estado.

Flávio Dino teria dito a frase em resposta ao presidente Jair Bolsonaro, que disse na semana passada aos seus apoiadores que “o povo armado jamais será escravizado”.

Além disso, falou que “quem não quer comprar fuzil, não deveria encher o saco de quem quer”.

O governador do Maranhão é um dos mandatários estaduais mais críticos à gestão de Bolsonaro, sempre aproveitando as agendas públicas para rebater a fala do presidente.

“Nós temos que estar em comunhão entre nós.Amar a Deus acima de todas as coisas, ao próximo como si mesmo.

Tem gente que esquece a segunda parte do mandamento e acha que pode ter ódio de matar o outro, pegar um fuzil e dar um tiro na cabeça do outro”, disse ele.

“Não faça isso não. Isso não é coisa de Deus. Quem é do lado de Deus não depende de fuzil para dar tiro na cabeça do outro”, finalizou ele, sendo aplaudido por apoiadores que acompanhavam no local.

Fonte: Portal do Trono

OUTRAS NOTÍCIAS